Rose Sales pede prestações de contas da prefeitura ao TCE

A vereadora Rose Sales (PCdoB), que retornou à Câmara municipal, após um período de 15 dias afastada por conta de uma cirurgia, ocupou a Tribuna do parlamento para engrossar o coro contra o prefeito João Castelo (PSDB) por conta do “sumiço” dos R$ 73 milhões, fruto de convênio entre a prefeitura e o governo do estado, durante a gestão do ex-governador Jackson Lago.

Rose Sales lembrou que o parlamento não aprovou Requerimento de sua autoria convidando o prefeito para prestar esclarecimentos sobre o IPTU, mas foi rejeitado, porém, era uma época em que a Câmara estava muito mais fechada com o prefeito. “Espero que desta vez consigamos convocar o prefeito. A Câmara precisa se fazer independente”.

A comunista anunciou também que já havia protocolado no Tribunal de Contas do Estado (TCE) uma solicitação ao presidente Edimar Cutrim, o Relatório das prestações de contas de São Luís de 2009 a 2011 com o intuito de verificar a possível aplicação dos R$ 73 milhões.

“A Câmara tem direito ao balanço geral, balancetes e relatórios, além da cópia integral de todos os documentos pertinentes àquela, tais como: notas de empenho, notas fiscais, recibos, ordens de serviço, termos de recebimento de obras e produtos etc”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *