Rose Sales volta na segunda-feira

Rose Sales passou por cirurgia e está de licença por 15 dias.

O caso do suposto sumiço dos R$ 73 milhões frutos de convênio firmado entre a prefeitura de São Luís e o governo do estado (quando o governador ainda era o falecido Jackson Lago) em 2009 tem tido pouquíssima repercussão na Câmara Municipal. Aliado ao fato da base do prefeito estar fazendo um papel eficiente em silenciar o caso, o parlamento não está contando com a principal voz de oposição ao prefeito na Casa: a vereadora Rose Sales (PCdoB).

A vereadora comunista passou por uma laparoscopia, um procedimento cirúrgico tido como simples. A líder da oposição teve 15 dias de licença e deve retornar à Câmara na semana que vem (a cirurgia foi realizada dia 12 deste mês).

Considerada a mais incisiva contestadora do prefeito, a comunista tem dado dor de cabeça à administração castelo desde o início do mandato. Ela deve engrossar o coro por responsabilização ao prefeito na polêmica do sumiço, que hoje é feito pelos peemedebistas Osmar Filho e Severino Sales.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *