Manobra para barrar assinaturas da CPI das empresas terceirizadas

Foi a primeira sessão derrubada na Câmara Municipal de São Luís em 2013. Nesta quarta-feira (27) foram apenas sete vereadores presentes e não houve quórum para a realização da sessão ordinária. Presentes nesta quarta-feira apenas os vereadores Pavão Filho (PDT), Nato (PRP), Chaguinhas (PRP), Josué Pinheiro (PSDC), Armando Costa (PSDC), José Joaquim (PSDB) e Pedro Lucas Fernandes (PTB).

O vereador Chaguinhas, que está propondo a CPI, lamentou as faltas dos colegas, mas disse que espera ter sido consciência e não uma manobra dos colegas. “Se for manobra é muito lamentável. Isto isola o parlamento. Cabe a Câmara se posicionar sobre esta questão. Lamento muito pelos vereadores que ainda não assinaram”, afirmou.

O vereador Pavão Filho (PDT) assinou a CPI, mas já houve uma defecção e esta voltou a ter oito assinaturas. Vale lembrar que Fábio Câmara (PMDB) prometeu assinar a CPI. Assim, ficaria com nove e faltaria apenas duas assinaturas para a CPI ser instalada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *