Nota de esclarecimento do Maranhão da Gente

O site Maranhão da Gente divulgou nota sobre programa de rádio  Maranhão da Gente, que vem sendo divulgado no interior do Estado como forma de democratizar o acesso à informação e pluralizar as opiniões. Aliás, o programa é produção de profissionais de comunicação com competência e idoneidade comprovados. São profissionais respeitados por toda a classe no Estado.

Confira a nota:

Malfada

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Democracia na Comunicação: Uma questão de cidadania

O programa de rádio  Maranhão da Gente é uma iniciativa de um grupo de profissionais da comunicação que tem seu trabalho pautado pelo respeito a pluralidade e visa a divulgação de informações relevantes para a população do interior do Estado.

O direito à informação é garantido pela Constituição, bem como o direito a liberdade de expressão. A última edição do programa, por exemplo, traz notícias sobre a greve dos bancários, os baixos indicadores sociais do estado, inclusive na questão da educação, onde foi ampliado o número de analfabetos nos últimos três anos e também sobre a feira do livro, realizada em São Luís.

As rádios comunitárias que se constituem em um canal alternativo de circulação de informações, se contrapondo as rádios de propriedade de políticos, que atuam afinadas com a linha editorial dos seus donos,  não cometem nenhuma ilegalidade ao divulgar este programa.

Vivemos um momento marcado pela defesa da pluralidade no âmbito da comunicação, marcada pelo crescimento da internet, por exemplo, como canal onde este tipo de fenômeno se manifesta de forma mais latente. É lamentável que matérias jornalísticas como a produzida pelo Jornal O Estado do Maranhão, sem respeitar o direito ao contraditório, e mais assemelhada a um panfleto político do que a um texto jornalístico, ataquem iniciativas como o programa de rádio desta natureza.

Nunca houve propaganda eleitoral em quaisquer das edições do  programas de rádio “Maranhão da Gente”, que tratam sobre vários assuntos de interesse da sociedade, com uma linha editorial crítica. As denúncias sociais e as informações de interesse da sociedade maranhense continuarão a ser produzidas e difundidas.

É lamentável essa tentativa torpe de um veículo de comunicação, cuja linha editorial é atrelada a um grupo político que adota o discurso da democracia, de atacar um programa de rádio com acusações infundadas, o que demonstra um desprezo a liberdade de expressão e a convivência com opiniões contrárias.

O Programa Maranhão da Gente continuará a ser produzido, apesar de enfrentar ataques torpes como o que foi feito por matéria apócrifa, divulgada pelo jornal “O Estado do Maranhão”.

O site Maranhão da Gente, onde o programa é divulgado, e os profissionais que nele atuam pautam-se pelo princípio do respeito e pela  pluralidade na comunicação, marca inalienável de uma verdadeira democracia.

Assinam esta nota, respectivamente os dois jornalistas responsáveis pela produção de conteúdo do  site Maranhão da Gente e o produtor e apresentador do programa de “Rádio Maranhão da Gente”.

Camila Rocha

Francisco Júnior

Jeisael Marx

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *