Maranhão teve quase três vezes mais assassinatos em presídios do que São Paulo

Screenshot_2014-03-04-12-32-51-1_resized

 

O gráfico demonstra bem a discrepância entre os assassinatos em presídios do Maranhão em 2013 em comparação com outros estados. No Maranhão, morreram 60 presos. Em São Paulo, que teve o segundo maior número absoluto de homicídios, com 22 casos, seguido do Amazonas, com 20 registros. Entretanto, a população carcerária do Maranhão é 35 vezes menor que a de São Paulo.

Na comparação com a população carcerária dos estados, no Maranhão foi registrada uma execução de detentos em 2013 para cada 100 presidiários. No Amazonas, ocorreu um assassinato para cada 350 presos, a segunda maior proporção do país. O Maranhão também demonstra uma discrepância muito grande em comparação com os outros estados.

O número de mortos em presídios em 2013 foi o seguinte: Maranhão (60), São Paulo (22), Amazonas (20), Goiás (17), Pernambuco (10), Alagoas (9, Paraná (9), Minas Gerais (9), Rio de Janeiro (7), Tocantins (7), Piauí (6), Pará (5), Paraíba (3), Acre (3), Amapá (2), Roraima (2), Sergipe (2), Espírito Santo (2), Rio Grande do Norte (1), Santa Catarina (1), Distrito Federal (0), Mato Grosso (0).

No último sábado (1º), mais um preso foi encontrado morto em Pedrinhas. Foi a sétima morte em 2014.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *