Prefeitura apresenta propostas para evitar reajuste das tarifas

reuniaosmttDurante a extensa negociação entre prefeitura, rodoviários, empresários e demais entidades envolvidas, os representantes da prefeitura foram claros em afirmar que não aceitam o reajuste da tarifa do transporte coletivo em São Luís. Segundo o secretário de governo, Rodrigo Marques, o prefeito Edivaldo não admite que o usuário do transporte pague pela desestruturação do sistema que se acumulou durante anos.

Rodrigo Marques e o secretário de transportes, Canindé Barros, coordenam a frente de trabalho. “O transporte de qualidade é uma preocupação do prefeito Edivaldo desde o primeiro dia de governo. O problema é nacional. O prefeito entende que a solução passa por medidas estruturantes. Isso não é feito do dia para noite”, afirmou o secretário de Governo, Rodrigo Marques.

Canindé apresentou o plano que concentra ações em cinco metas, que incluem a definição do percentual mínimo de cumprimento das viagens programadas, revisão das ordens de serviços, vistoria semestral da frota, programa de renovação da frota e treinamento do pessoal de operação. São metas em curto e médio prazo para reestruturar o sistema e garantir a permanência da tarifa.

A prefeitura também garantiu que instalará a biometria facial em no máximo 90 dias e combater sistematicamente o transporte clandestino. A biometria é apontada como a maneira mais eficaz de combater a fraude no sistema. Já foram suspensas de imediato mais de 5 mil carteiras de estudante.

Canindé também foi duro ao afirmar que a prefeitura estava repassando o subsídio de R$ 2 milhões mensais e não foram feitas melhoras por parte dos empresários. Portanto não haveria mais repasse.

A previsão é que o processo licitatório do transporte aconteça até janeiro de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *