Roberto Rocha Júnior acompanha ação da Semosp para conter desmoronamento

Roberto Jr. e equipe técnica vistoriam área que desmoronou no Coroadinho

Roberto Jr. e equipe técnica vistoriam área que desmoronou no Coroadinho

O vereador Roberto Rocha Júnior (PSB) esteve na Rua Segunda Travessa da Babilônia, no bairro Coroadinho, onde houve um desmoronamento de um morro sobre uma casa, provocado pela forte chuva que caiu na madrugada do dia cinco. O acidente resultou na morte da adolescente Juliane Cristina Menezes Ramos, de treze anos, que morreu soterrada enquanto dormia, por volta da 1h30.

O Parlamentar conversou com a família vítima do desmoronamento, e se colocou à disposição para ajudar no que for necessário, para que os impactos da tragédia sejam minimizados. “O problema mais emergencial é encontrar um local adequado para essas pessoas morarem. Como elas não querem sair do bairro, e o terreno que antes residiam está impróprio para construção, a alternativa mais adequada seria o aluguel social, custeado pela prefeitura”, disse.

Roberto Rocha Júnior foi acompanhado do secretário adjunto, Aldo Rogério (PSB), e de dois engenheiros da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp). A equipe técnica da Semosp vistoriou toda a área atingida pelo desmoronamento, com o objetivo de fazer um planejamento de execução que visa conter a ocorrência de novos desabamentos no local. De acordo com os engenheiros, a área ainda apresenta riscos de desabamento, portanto, é necessário que seja feita a desocupação total do terreno, a retirada de todo o entulho, além de uma segunda avaliação, a fim de identificar mais detalhadamente toda a área afetada.

“Vamos fazer um estudo técnico já na próxima segunda-feira, 12, para verificar toda a área que está comprometida, e que ainda corre riscos de desabar. Esta topografia será apresentada ao secretário da Semosp, Antonio Araújo, que, por sua vez, vai deliberar com o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, quanto às ações mais viáveis a serem tomadas”, afirmou Roberto Sousa, engenheiro civil da Semosp.

Segundo Roberto Júnior, já está agendado para o próximo dia 14, uma reunião com as vítimas do acidente e com outros moradores que residem próximos da área atingida. O objetivo da reunião é expor o resultado do levantamento técnico, e tentar encontrar soluções para evitar que tragédias como essa voltem a ocorrer.

“Eu, como representante do povo, estou tentando cumprir o meu papel com essas pessoas que estão necessitando de representação, em um momento tão difícil como este. Já trouxemos a equipe técnica da Semosp para vistoriar o terreno, e iremos conversar com a Secretaria de Assistência Social do município, para que essa família seja amparada por meio de programas que a própria prefeitura disponibiliza, como o Minha Casa, Minha Vida, o aluguel social, entre outros. Iremos nos mobilizar para ajudar essas pessoas que foram vítimas, não só de um desastre natural, mas também da falta de planejamento urbano”, afirmou.

Bastante conhecedor da realidade do Coroadinho, pois também é morador do bairro, o secretário adjunto e suplente de vereador, Aldo Rogério, disse que fez questão de acompanhar o vereador Roberto Rocha Júnior na visita ao local do acidente. “Existem muitas áreas de deslizamento no Coroadinho, e com o período chuvoso os riscos são dobrados. Estamos tentando disponibilizar todo o apoio técnico necessário do município, e adotando medidas para prevenir que novos acidentes aconteçam”, garantiu.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *