Luto do Rádio maranhense: morre Renato Sousa

renatoFaleceu nesta segunda-feira (14) o radialista e jornalista Renato Souza. O jornalista apresentava o programa Tribuna da Capital, na Rádio Capital AM. Ele sofreu um AVC hemorrágico no início de março e desde então estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Geral.

O titular do Blog se solidariza com toda a família de Renato Sousa, que era uma referência para todos os profissionais de imprensa do Maranhão.

Carta de Renato Júnior, filho de Renato Souza

 Se tem uma coisa que me consola nessa vida é saber que quando a morte vem ela vem para todos, hoje papai do céu levou o meu pai, o homem responsável por eu ser quem sou, o homem quem me ensinou a ser homem, a ter caráter. Falo com alegria do meu pai pq eu o conheceria e sabia o quanto ele era divertido e brincalhão, zangado e sisudo as vezes, Renato Sousa sem querer me forjou o profissional que sou hoje, quando as 7 anos de idade me levava para fazer a ronda as 4h da manhã, quando brigava comigo por eu não me impor quando eu tinha uma certeza. Meu pai me deu o que de mais valioso alguem pode dar, me deu valores morais e me deu um nome. Papai a saudade que o senhor deixa é maior que tudo só não é maior que o amor que tenho por ti. Obrigado Deus por ter me dado 30 de vida ao lado do melhor homem do mundo.

Nota da prefeitura de São Luís

NOTA DE PESAR

A Prefeitura de São Luís manifesta profundo pesar pelo falecimento do radialista e jornalista Renato Sousa, na manhã desta segunda-feira (14). Desde março, o radialista estava internado, vítima de um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico.

Ultimamente, o radialista trabalhava na Radio Capital AM, em São Luís, onde apresentava, diariamente, o programa matutino Tribuna da Capital. Há 40 anos, ele atuava como repórter e apresentador em São Luís.

Renato Sousa iniciou sua carreira fazendo programa de esporte na antiga rádio Gurupi. A seguir, passou pelas rádios Difusora, Timbira, Ribamar, Educadora. Nos jornais impressos, teve atuação em o Estado do Maranhão, Jornal Hoje, Atos e Fatos e chegou a criar o próprio jornal, chamado Chumbo Grosso.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior solidariza-se com a família, amigos e admiradores, desejando que Deus conforte-os diante do sofrimento, transformando-o em força e fé.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *