Para Justiça Eleitoral, Edinho Lobão disse ser contra o Bolsa Família

Edinho disse ao jornal O Estado de S. Paulo que, como empresário, é contra o Bolsa Família

Edinho disse ao jornal O Estado de S. Paulo que, como empresário, é contra o Bolsa Família

A Justiça Eleitoral declarou na tarde do último domingo (31 de agosto) que Edinho Lobão não conseguiu provar ser a favor do Bolsa Família no Maranhão.

O candidato a governador pelo PMDB se incomodou com o programa de Flávio Dino, que revelou que ele seria contra o programa mais popular do governo Lula. Em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo, Edinho Lobão afirmou: “como empresário, sou contra o Bolsa Família”.
O caso foi levado aos programas de rádio e TV desde a última sexta, com a veiculação do trecho do jornal em que o peemedebista fez a tal declaração, que tentou negar à Justiça Eleitoral.
No entendimento da juíza Maria José França Ribeiro, Edinho não poderia agora negar uma declaração publicada no jornal de circulação nacional. A frase foi dita em maio deste ano.
A juíza afirmou que Edinho não apresentou provas de que foi caluniado, como tentou alegar, justamente por não apresentar prova cabal de que a imprensa nacional teria mentido.
“Os Representantes não apresentaram prova cabal de que o candidato Lobão Filho não teria dito: “como empresário, fui contra o ‘Bolsa Família’”, conforme veiculado no jornal O Estado de São Paulo à época”, diz a juíza.
Mesmo sendo declaradamente contra o programa, Edinho tem usado o Bolsa Família para desinformar os eleitores do interior do Maranhão. O Tribunal Superior Eleitoral chegou a condená-lo a execução de multa por usar o programa do Governo Federal como propaganda antecipada negativa.

2 ideias sobre “Para Justiça Eleitoral, Edinho Lobão disse ser contra o Bolsa Família

  1. Mais uma da coleção de factoides inventadas pela oposição que se incomoda com sua candidatura dele por que sabe que é o melhor nome para governar noso estado. Pra frente Maranhão.

  2. A falta de investimentos na área da educação, por parte de todos os governos anteriores, de todo o Brasil, condenou o povo brasileiro a este estado em que se encontra hoje, de dependente de migalhas do governo. Melhor pouco do que nada. No nordeste, esta realidade é ainda mais intensa e o Maranhão lidera quando o assunto é analfabetismo. Com o avanço tecnológico fica impossível garantir emprego a um povo que mal sabe ler.
    Para tentar amenizar o problema da falta de renda e garantir, ao menos, o básico às pessoas vítimas desses governos é que são criados programas como o Bolsa Família. Por isso, antes que qualquer papagaio saia repetindo por aí frases como esta, dita pelo Edinho Lobão, é necessário se pensar na finalidade do programa. Ele é contra porque sabe que estes programas atrapalham os planos daqueles que preferem manter o povo sem nada, pois foi por esse motivo que sua família e a família Sarney se mantiveram tanto tempo gozando de sombra e água fresca à frente do Maranhão.
    Podem acabar com o Bolsa Família, mas só após preparar todos para garantir seu próprio sustento de forma digna, sem faltar o necessário. O caminho é a educação de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *