Edivaldo Holanda e Luciano Genésio ganham um mês de mandato na Assembleia

edivaldolucianoCom as saídas de deputados estaduais para o governo Flávio Dino, mais dois suplentes assumem o mandato pelo período de recesso da Casa. Assumiram o mandato na manhã desta quarta-feira (7) os suplentes Edivaldo Holanda Braga (PTC) e Luciano Genésio (SD).

Edivaldo assume no lugar de Neto Evangelista, que é secretário de Desenvolvimento Social, e Luciano Genésio no lugar de Marcelo Tavares, chefe da Casa Civil.

Eles assumem em um período sem sessões na Casa, até o final de janeiro, ainda pela Legislatura 2011-2014. Edivaldo continuará na Casa, já que foi eleito para a Legislatura 2015-2018. Genésio é o primeiro suplente na coligação que elegeu Wellington do Curso (PPS), Levi Pontes (SD) e Cabo Campos (PP).

1 pensou em “Edivaldo Holanda e Luciano Genésio ganham um mês de mandato na Assembleia

  1. CREIO QUE O PREFEITO EDIVALDO HOLANDA JR., NÃO TERÁ NEM OS FUNCIONÁRIOS DA PRÓPRIA PREFEITURA AO SEU LADO PARA O PRÓXIMO PLEITO ELEITORAL, TENDO EM VISTA QUE NÃO VEM CUMPRINDO E MUITO MENOS MOSTRANDO VONTADE EM SER REELEITO.
    PODEMOS ESCLARECER QUE ALGUNS FUNCIONÁRIOS, CHAMADOS CARGOS COMISSIONADOS, LIGADOS A SEMUS, COM GRADUAÇÃO, QUALIFICAÇÃO E TITULAÇÃO GANHAM APENAS UMA IMORALIDADE DE R$ 800,00.
    DURANTE A CAMPANHA, O ENTÃO PREFEITO ELEITO PROMETEU MORALIZAR O SALÁRIO DOS TÉCNICOS CONTRATADOS DA SAÚDE E NUNCA SE VIU NADA ACONTECENDO, CHEGANDO A SERMOS AMEAÇADOS COM A ULTRAPASSAGEM DO SALÁRIO MÍNIMO QUE JÁ BEIRA OS R$ 800,00 (788,00).
    JÁ OS EFETIVOS QUEREM SEUS DIREITOS RESPEITADOS COM O PAGAMENTO DO ADICIONAL SAÚDE E DOS FUNCIONÁRIOS DA VIGILÂNCIA QUE NÃO ESTÃO RECEBENDO PELA SEMUS, ONDE JOÃO CASTELO ASSINOU UM DECRETO POR 90 DIAS DE SUSPENSÃO EM 02/10/10, TENDO EM VISTA QUE HOJE, ALGUNS RECEBEM E OUTROS NÃO, GERANDO UMA INSATISFAÇÃO GERAL.
    QUEREMOS RECURSOS PARA AS PROGRESSÕES E TITULAÇÕES COMO REGE O ESTATUTO DO SERVIDOR,POIS A ATUAL GESTÃO MUNICIPAL RECUSA A FORNECER, O QUE É DE DIREITO ALEGANDO: “INDEFERIMENTO POR NÃO HAVER PREVISÃO ORÇAMENTÁRIA”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *