Notas quentes da quinta-feira

Processos de Agiotagem 

agiotagemOs processos de agiotagem reabertos no governo estão andando a passos largos e a determinação é pegar os grandes agiotas que atuam no estado sem distinção. O Blog apurou que ações a olhos vistos em até 15 dias com diligências e apreensões. A ação desencadeada após a morte do jornalista Décio Sá vai além do grupo do agiota Glaucio. Novos agiotas, prefeitos, ex-prefeitos e empresários estão na mira da Polícia Federal e Polícia Civil.

Investigação do TRE-MA continua

Hildo Rocha terá que ir até o fim agora

Hildo Rocha terá que ir até o fim agora

Por falar em investigação, a investigação sobre a denúncia de compra de votos no TRE-MA tem que continuar. O deputado Hildo Rocha, que fez o maior estardalhaço ao falar de compra de votos no tribunal, começou a recuar e pôr a culpa na imprensa por “insinuações posteriores”. Na sessão desta quinta, o TRE indicou o prefeito de Ribamar Fiquene e o próprio Hildo Rocha como testemunhas. Agora,Hildo terá que dizer à PF quem foi o emissário que tentou vender sentença no TRE.

TRE mantém Alan Linhares no cargo

Alan Linhares vence no TRE

Alan Linhares vence no TRE

O prefeito de Bacabeira, Alan Linhares, e o vice, José Benedito Torres, foram mantidos em seus cargos pelo Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão por 4 votos a 1. A coligação “Bacabeira União de Todos Nós” sustentava a captação ilícita de sufrágio e abuso de poder político e econômico durante as eleições municipais de 2012 por terem supostamente utilizado veículos pertencentes à prefeitura durante a campanha, além de terem distribuído material de construção a eleitores. O relator, Guerreiro Júnior, entendeu que as provas eram controversas. O entendimento foi acompanhado pelos desembargadores eleitorais Eulálio Figueiredo, Alice Rocha e Daniel Leite, vencido Clodomir Reis. Eduardo Moreira declarou-se suspeito, abstendo-se da votação.

Comemoração antecipada

saojoseAliados do prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim, divulgaram a imagem ao lado em redes sociais e grupos de Whatsapp desde a noite anterior ao dia do julgamento que desbloqueou os bens do chefe do Executivo ribamarense. A 5ª Câmara Cível, tornou sem efeito decisão de primeiro grau que havia determinado o bloqueio dos bens do prefeito por causa de irregularidades na contratação da empresa que concluiu as obras de conclusão do estádio Dário Santos. Isto que é confiança na Justiça.

Mais recursos para Caxias 

leocoutinhoA terceira maior cidade do Maranhão e uma das mais importantes estrategicamente tem muito que comemorar. O governo do estado disponibilizou R$ 9 milhões do fundo a fundo, do Fundo Estadual de Saúde direto para o Fundo Municipal de Saúde, em duas parcelas: a primeira de R$ 5 milhões; a segunda, de R$ 4 milhões. Recursos que vão ajudar a melhorar muito a saúde da cidade. O atual governo faz justiça com as maiores cidades do Maranhão que receberam menos recursos nos dois primeiros anos da administração por não terem prefeitos aliados do grupo Sarney.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *