Combate à agiotagem sem cor partidária

Jefferson Portela: investigação sem ver partido do prefeito

Jefferson Portela: investigação sem ver partido do prefeito

O secretário estadual de segurança, Jefferson Portela, ainda no início das operações de combate à agiotagem afirmou que por determinação do governador Flávio Dino não haveria limites para as investigações e que todas as denúncias serão apuradas até o fim. E é o que ele reafirma diariamente tendo apoio total do governador.

Já é público, desde o governo passado, que existem 42 prefeituras investigadas pelos crimes de agiotagem no Maranhão. E lógico que entre estas prefeituras estão municípios de prefeitos e ex-prefeitos que são de partidos da base do governo. De 42 prefeituras com desvio de mais de R$ 100 milhões, é lógico que apareceriam, e logo aparecerão mais, prefeitos de de partidos da base aliada. Mas importante é a SSP mostrar a vontade do governo Flávio de permanecer investigando doa a quem doer.

Foi ótimo para mostrar a credibilidade da operação que já agora no início tenha sido encontrado um cheque na casa de Pacovan do prefeito de São Mateus, Miltinho Aragão (PSB), que é de um partido aliado da base do governo. E a investigação irá avançar sobre este cheque.

Miltinho emitiu nota afirmando que o tesoureiro do município renunciou ao cargo através de documento escrito e justificado. Miltinho também afirma que providências estão sendo tomadas para apuração e esclarecimento dos fatos. E a polícia deve (e tenho certeza que irá) esclarecer melhor ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *