Política maranhense em notas

Comunicação da prefeitura de São Luís

batistaedivaldoO deputado Edivaldo Holanda pisou na bola ao criticar a comunicação da prefeitura comandada pelo filho. Holandão afirmou que a comunicação do Executivo municipal “nunca prestou”. O problema da gestão não é e nunca foi a comunicação, mas a falta de recursos que afeta todas as prefeituras do país. E a prefeitura depende de apoio dos governos estadual e federal. Com o avanço das ações, a parceria com o governo do estado e o financiamento da Caixa Econômica Federal a comunicação pode avançar e a população começa a tomar conhecimento do que o prefeito Edivaldo está fazendo.

Imagine só

Resultado de imagem para pesquisa furadaA pesquisa de intenção de votos Escutec-EMA foi divulgada um dia após o depoimento de Roseana Sarney à Polícia Federal, em plena quarta-feira. Tradicionalmente, jornais divulgam pesquisas no domingo ou na segunda-feira para repercussão durante a semana. Mas a pauta negativa de Roseana fez com que a divulgação não pudesse esperar. A declaração do deputado Edivaldo, mesmo em um momento de recuperação de Edivaldo, foi pautada pela estranhíssima pesquisa com intenção clara. Imagine o que foi dito a Holandão em uma reunião na sede de uma agência de publicidade pelo enrolado dono da empresa nesta terça-feira (19).

Avaliação de Edivaldo

8616_asfalto_aririzal_170515_hm__976075 (1)Um fato é curioso na pesquisa Escutec-EMA. O levantamento foi sobre a eleição para a prefeitura de São Luís, mas não apresentou a tradicional pergunta de avaliação da atual gestão. O jornal, declaradamente contra a gestão de Edivaldo não divulgou os números da avaliação de Edivaldo. Isto ostra que a avaliação de Edivaldo melhorou com as obras de pavimentação que têm chegado à vários bairros da cidade. Com o prefeito na rua, a Infraestrutura chegando, melhorias para os servidores, unidades de saúde e educação com funcionamento estável, a tendência é que Edivaldo cresça. E é neste cenário que a população está percebendo os avanços de Edivaldo, através da secretaria de comunicação. Por isso, o jornal do Clã Sarney omitiu o resultado da avaliação de Edivaldo.

Castelo condenado a devolver R$115 mi

joaocasteloA juíza Luzia Madeiro Neponuceno condenou, por improbidade administrativa, o ex-prefeito de São Luís, João Castelo, à perda da função pública e dos bens. Também ficam suspensos, por oito anos, os direitos políticos do condenado, que deverá ressarcir ao erário o valor do dano de R$ 115,1 milhões, devidamente atualizado. A decisão determina, ainda, o pagamento de multa e a proibição de contratar com o poder público pelo prazo de oito anos. De acordo com informações do processo, a improbidade ocorreu na condução de contratos de recuperação, reconstrução e revitalização de pavimentação asfáltica de ruas e avenidas de São Luís, sem licitação, bem como fraude no procedimento licitatório e ocorrência de danos lesivos ao patrimônio público.

Nova vaga no TRE-MA

Advogados já estão de olho em nova vaga no Tribunal Regional Eleitoral, para membro substituto. A presidente Dilam Rousseff efetivou Eduardo Moreira como membro efetivo da corte. Com isto,  o presidente do TRE, Guerreiro Júnior, encaminhou ofício ao Tribunal de Justiça do Maranhão comunicando a vaga na categoria de jurista. Assim, será formada lista tríplice para a escolha do novo membro também para a escolha final da presidente da República.

Mais eleitores para Ribamar

TRE-MA-reuniao-ribamar-capaA Justiça Eleitoral pretende alcançar o número de 100 mil eleitores em São José de Ribamar. Atualmente, são poucos mais de 82 mil aptos a votar no município. A juíza eleitoral do município, Teresa Cristina Mendes, convocou reunião para discutir com as lideranças políticas locais, ações que promovam a conscientização dos moradores para que eles votem no município. A população de Ribamar é estimada em 200 mil pessoas. É a terceira cidade mais povoada, mas a sétima em número de eleitores. Caso a Justiça Eleitoral alcance a meta, pode atingir diretamente a eleição de São Luís, já que a grande maioria deste contingente vota na capital. São 18 mil votos que fazem diferença, principalmente na eleição para vereador.

Audiência sobre saúde adiada

plenariocamaraA audiência sobre a situação da saúde em São Luís na Câmara Municipal foi adiada. A secretária Helena Duailibe justificou a ausência por ter sido acometida por uma virose. Proposta pelo vereador Marquinhos, a audiência visa discutir a Reforma e reestruturação das Unidades Atenção Básica dos Distritos Sanitários, Hospital da Criança, Situação do Programa Saúde da Família e Cronograma de reestruturação das Unidades Mistas e Entrega da UPA da Zona Rural.

Semana de combate às drogas em Caxias

A Prefeitura de Caxias promoveu na terça-feira (19) reunião de trabalho com o primeiro grupo de lideranças comunitárias da cidade, tendo como pauta as ações a serem desenvolvidas na Semana de Combate às Drogas, a ser realizada de 22 a 26 de junho. Os representantes de bairros demonstraram empolgação quanto à programação prévia da Semana Antidrogas, que visa a divulgação da Lei Federal 13.106/2015, que criminaliza a venda de bebidas alcoólicas a menores de idade. Os líderes apresentaram sugestões de atividades, comprometendo-se a envolver a juventude de suas respectivas comunidades.

4 pensou em “Política maranhense em notas

  1. comunicação é um fator muito importante na gestao e a da prefeitura de sao luis tem atingido seus objetivos sim…. Batista é muito competente e a equipe dele também.

  2. Prezado Clodoaldo, nega a existência do problema não ajuda em nada o gestor… O Prefeito Edvaldo é criticado diariamente em emissoras de rádio da capital e em nenhum momento a “secomzinha” através de seu secretário veio a público defender o prefeito, deixando transparecer que não quer contaminar seu projeto pessoal/eleitoral com a rejeição do alcaide!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *