Servidores reclamam da falta de condições de trabalho no Fórum Sarney Costa

Pela ausência de espaço físco nos armários, os processos já estão sendo acomodados no chão das secretarias.Os servidores das Varas da Fazenda Pública de São Luís reclamam da total falta de condições de trabalho por conta da grande demanda que abarrotou o ambiente de trabalho de processos. Segundo denúncia do Sindicato da categoria – SindJus-MA – a falta de mão de obra e a grande demanda de processos causaram colapso nas Varas.

Os armários estão abarrotados. Como não há mais espaço nos armários para os processos, estão espalhados nas salas de audiência, e tantos outros ocupam mesas, cadeiras, e até mesmo o chão. São tantos, que falta espaço para guardá-los.

Na 3º Vara já não é possível transitar com pilhas e mais pilhas de processos no chão. Há processos iniciais de Abril que ainda não foram autuados, segundo o sindicato, por falta de servidores.

Atualmente existem apenas dez Varas da Fazenda Pública criadas, mas apenas oito instaladas,  sendo que duas outras varas, a sexta e a sétima, foram criadas desde 2013, mais ainda não funcionam.  “Se essas outras duas varas funcionassem, poderíamos redistribuir os processos, fazemos esforço concentrado, mas não é o suficiente para suprir a demanda, pois recebemos todo tipo de ação impetrada contra o Estado e o município”,  informou Sandra Regina, técnica judiciária da 5° Vara da Fazenda Pública.

O SINDJUS/MA solicitou através de ofício ao TJ/MA a imediata instalação da 6ª e 7ª vara da fazenda públicas, estadual, municipal e saúde pública.
O excesso de processo prejudica também o trabalho dos magistrados, se acumulando os processos conclusos(direita) e para audiência(esquerda).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *