Aprovação alta do governo Flávio contraria resultados negativos pelo Brasil

2015 está sendo um ano difícil para os políticos de todo o Brasil. A começar pela própria presidenta Dilma, que já teve seus tempos áureos de aprovação acima de 80%, mas que hoje não chega a 10% de apoio popular.

No Maranhão, acontece o inverso. O governador do Estado possui um alto índice de aprovação, conforme revelam as pesquisas divulgadas até o momento pelos institutos Exata e DataM. A última delas demonstra que o governo do comunista chega ao fim do sexto mês de administração com 74,4% de aprovação.

Para que se tenha uma ideia, o governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, tem apenas 45% de aprovação – enfrentando greves e paralisações de problemas herdados do governo anterior.

Já em São Paulo, Geraldo Alckmin chega a 38% de aprovação, segundo a última pesquisa. Lá, o governador enfrentou uma longa greve de professores por melhorias nas condições salariais e de trabalho.

Outro mal avaliado é o paranaense Beto Richa, que também enfrentou uma grave crise com educadores e amarga seus 20% de aprovação popular.

A crise política por que passa o país vai estremecendo os governos em todo o Brasil, com uma progressiva perda de confiança da população em seus governantes.

Ao fim do ciclo político do grupo Sarney após 50 anos de poderio, o Maranhão vive situação inversa. Depois de muitas décadas, o Estado mais carente do Brasil vê um novo líder político surgir. É o que os números das três pesquisas comprovam…

2 pensou em “Aprovação alta do governo Flávio contraria resultados negativos pelo Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *