Municípios do Mais IDH receberão médicos e enfermeiros para atendimento básico

Governador Flávio Dino e secretários durante aula inaugural das equipes de Atendimento Básico à Saúde que atuarão nos municípios do ‘Mais IDH’

Governador Flávio Dino e secretários durante aula inaugural das equipes de Atendimento Básico à Saúde que atuarão nos municípios do ‘Mais IDH’

Médicos e enfermeiros da Secretaria de Estado da Saúde (SES) se preparam para atuar nos 30 municípios de menor IDH do Maranhão, através da Força Estadual de Saúde. A aula inaugural de preparação das equipes de Atendimento Básico à Saúde nesses municípios aconteceu na manhã desta segunda-feira (08), no Palácio dos Leões, como o pontapé inicial da Força Estadual de Saúde.

Preparadas para atender as populações mais carentes do estado, as primeiras equipes que já atuam na Secretaria de Estado da Saúde percorrerão as cidades incluídas no ‘Mais IDH’ já no fim do mês de junho, ao término da preparação iniciada nesta segunda-feira. A partir da fase preparatória, essas equipes estarão nas cidades de menor IDH do estado de forma contínua para garantir à população dos 30 municípios assistência médica e acompanhamento permanente das demandas de saúde básica, evitando complicações maiores por falta do atendimento inicial.

Ao proferir a aula inaugural da primeira equipe de atendimento à Saúde Básica nesses municípios, o governador Flávio Dino destacou a importância do compromisso dos profissionais com o bem-estar da população e o início de um novo trabalho humanizado, que enfrenta o verdadeiro problema da Saúde Pública: a falta de atendimento nos lugares mais longínquos.

“A verdadeira mudança está em ações como esta: ter um governo que não se esconde dos problemas, mas diagnostica e os enfrenta. O problema da Saúde Pública não se resolve apenas construindo hospitais, como muitos pensam, mas é investindo fortemente no atendimento humanizado e para todos. É isto que muda a vida das pessoas”, disse o governador Flávio Dino.

Uma ideia sobre “Municípios do Mais IDH receberão médicos e enfermeiros para atendimento básico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *