Política maranhense em notas

Pesquisa em Imperatriz I

candidatosimperatrizA pesquisa Escutec divulgada nesta quarta-feira (1º) está próxima de outras sobre o cenário da sucessão em Imperatriz, que demonstram um empate técnico entre Ildon Marques e Rosângela Curado em um empate técnico em torno dos 30%. O nome de Clayto Noleto – apesar de ainda ter números discretos – aparece em uma crescente em outros levantamentos na cidade e com grandes possibilidades de crescimento. Agora, com os serviços de asfaltamento do Mais Asfalto na cidade, os apoiadores de Clayton na região esperam seu crescimento.

Pesquisa em Imperatriz II

marcoaurelioOutro dado interessante da pesquisa Escutec foi a supressão do nome do deputado estadual Marco Aurélio (PCdoB). Em outros levantamentos, o deputado aparece à frente do delegado Assis Ramos, justamente no espaço considerado pela pesquisa estimulada Escutec como o eleitor que não vota em nenhum dos apresentados. Marco Aurélio já está decidido de que não será candidato, mas é um dado importantíssimo a se considerar o movimento do eleitorado que deseja votar no deputado do PCdoB.

Serviços na Vila Riod e Pontal da Ilha aprovados

asfaltoMoradores da Vila Riod e do Residencial Pontal da Ilha, na capital maranhense, que por quase três décadas viviam em estado de abandono e sem acesso a serviços públicos de qualidade, começam a viver uma nova realidade. Além do asfalto, a prefeitura de São Luís levou os serviços de urbanização com implantação de drenagem superficial (meios-fios, sarjetas e calçadas). Raimunda da Silva Rocha, uma das primeiras moradoras da Vila Riod, residente na Rua Santa Terezinha, conta que antes do asfalto chegar, havia muita poeira e lama e as dificuldades eram imensas. “Aqui toda hora era assalto. A polícia não entrava aqui. Não tinha como. Se um morador precisasse de atendimento médico, também não tinha. Ambulâncias e viaturas entravam, mas não saíam, ficavam atoladas”. Assim como ela, vários moradores têm elogiado os serviços.

Concurso do IFMA é suspenso

A Justiça Federal suspendeu, liminarmente, o concurso para professores do Instituto Federal do Maranhão (Ifma), que está sob a responsabilidade da Fundação Sousandrade. A decisão é resultado da ação civil pública do MPF/MA. No edital, eram previstas quatro fases: prova objetiva, dissertativa, de desempenho didático e de títulos. No entanto, após ser divulgado o resultado das duas primeiras fases, a instituição excluiu do concurso candidatos que, embora tenham atingido as notas mínimas para aprovação nas provas objetiva e dissertativa, não estariam dentro de um limite de vagas previsto para a próxima fase. Para o MPF/MA, a exclusão dos candidatos foi praticada por meio de interpretação equivocada do edital violando os princípios do livre acesso aos cargos públicos.

Prefeitura de Bom Jesus das Selvas invadida

Enquanto a prefeita de Bom Jesus das Selvas passeava pela Assembleia Legislativa, em São Luís, a sede da prefeitura foi invadida por protestantes que reclamavam falta de água e problemas do serviço de energia elétrica. Com faixas cartazes e fogos de artifício, manifestantes pediram providências da prefeita Cristiane Damião. O animador do protesto gritou várias vezes que a prefeitura é espaço público e por isto estava sendo ocupada. Ele afirmou que no dia 24 de maio, os moradores se reuniram em congresso para formular as políticas públicas do município, e queria protocolar as propostas.

Bate boca do Whatsapp para a Tribuna

A postura tanto do secretário de Indústria e Comércio, Simplício Araújo, quanto do deputado Vinícius Louro foi lamentável. A disputa local ferrenha em Pedreiras gerou uma troca de insultos que começou em grupo de Whatsapp com insultos sofríveis e, após o vazamento, foi para a tribuna do parlamento estadual. Vinícius Louro pediu a “cabeça” do secretário e o acusou de uma série de nomeações irregulares. “Temos mandatos porque a voz do povo é a voz de Deus. Então, não vai ser esse um cidadão que foi expurgado da eleição, um eterno suplente de deputado, que vai aqui agora falar do legítimo representante do povo”, alfinetou.

1 pensou em “Política maranhense em notas

  1. Ali pras bandas do residencial pontal da ilha estava caótico mesmo! Ano que vem eles não vão mais sofrer com as chuvas do começo do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *