PCdoB filia Leonardo Sá e prega unidade em Pinheiro

Auditório lotado em festa de filiação de Leonardo Sá

Auditório lotado em festa de filiação de Leonardo Sá

O vereador e pré-candidato a prefeito de Pinheiro, Leonardo Sá, se filiou ao PCdoB neste sábado em grande ao realizado na Princesa da Baixada. Além de um auditório lotado, o evento reuniu grandes lideranças da Baixada, com a filiação também de Valéria Castro, pré-candidata a prefeita de Presidente Sarney, e Adson Manoel, pré-candidato a prefeito de Turiaçu. Deputados estaduais de outros da partidos da base também participaram do ato, além do deputado federal Rubens Júnior.

O ato foi marcado pelos discursos de unidade do campo governista em Pinheiro, já que o pré-candidato Luciano Genésio (PSDB) também é aliado do governador Flávio Dino. O PDT, ex-partido de Leonardo, demonstrou que continua com o pré-candidato com a presença do presidente municipal do partido, vereador Enésio.

DSC_1257Leonardo Sá fez duras críticas à administração do prefeito sarneysta Filuca Mendes. “O prefeito precisa governar para quem precisa. Não para os seus amigos, para sua família”.

O deputado Othelino Neto (PCdoB), maior fiador da candidatura de Leonardo, também enalteceu a permanência do PDT com a candidatura e destacou a necessidade de não só o PCdoB, mas os partido aliados do governador, elegerem muitos prefeitos para consolidar as mudanças no Estado.

O secretário de assuntos políticos, Márcio Jerry, destacou o fato da consolidação do grupo com a eleição das lideranças do campo e a importância da vitória em Pinheiro. Na manhã do ato de filiação, Márcio se reuniu com o ex-prefeito Zé Genésio, pai de Luciano Genésio.

IMG_3998Para o titular do Blog, foi curiosa a receptividade muito calorosa do ex-prefeito Zé Arlindo, que saiu da prefeitura com grande rejeição. Arlindo foi um dos mais ovacionados do ato. Dele, partiu o maior apelo para que o grupo se una para derrotar Filuca Mendes. E pediu a intervenção do governador Flávio Dino para buscar entendimento entre os dois pré-candidatos. “Precisamos da unidade daqueles que fazem oposição em nosso município. Precisamos de entendimento para derrotar este dragão que está instalado em nosso município. O povo nem comemorou a vitória dele. Já previam o caos. Até salários de servidores atrasados. Precisamos que o governador ajude para que Pinheiro tenha o seu candidato para tirar a cidade desta situação”, pontuou.

A vitória do grupo dinista em Pinheiro, seria histórica, pelo poder oligárquico da família Mendes no município, ser o berço de José Sarney e a ligação familiar do prefeito Filuca com o Clã. A cidade é hoje o maior reduto do sarneysmo municipalista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *