Após pressão de Flávio, DNIT começa a recuperar a BR-135

dnitobrasbr

Finalmente o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) começou os trabalhos de recuperação da BR-135. A restauração da principal via de acesso para a cidade de São Luís será feita em duas etapas: uma do quilômetro 0 até o quilômetro 69, localizado na cidade de Santa Rita, que já foi iniciado; e o outro do quilômetro 69 até o 199, em Caxuxa, que deve começar, segundo o Dnit, na próxima semana.

A obra só foi retomada após pressão do governador Flávio Dino, que acionou a Justiça para pressionar o DNIT a recuperar a estrada. Após reunião com o governador, os representantes do órgão estabeleceram o cronograma e começaram as obras já nesta quarta-feira (30).

“A participação do governador Flávio Dino foi realmente decisiva para que a gente resolvesse esse problema de manutenção que, agora, com certeza, com o cronograma ajustado, nós retomaremos e solucionaremos na BR-135”, destacou o coordenador geral de manutenção e restauração do Dnit, Fábio Pessoa.

Pessoa explicou que o Departamento iniciou as atividades com duas equipes realizando a manutenção do início do primeiro trecho estabelecido. “Hoje a gente conta com duas equipes fazendo manutenção, até o final desta semana serão quatro, e até na próxima semana nós já teremos oito equipes trabalhando na manutenção da primeira parte. O trecho do quilômetro 69 até o quilômetro 199 nós estamos com a previsão de abertura das propostas do edital na segunda-feira (4 de abril). E se nós não tivermos nenhum problema na licitação, a empresa que ganhar a licitação já começa imediatamente”, informou.

Paralisação por problemas contratuais

Fábio Pessoa explicou que a situação caótica da principal estrada federal do Maranhão foi ocasionada pela paralisação das obras por parte do consórcio responsável pelo serviço.

Em nota, o superintendente regional do Dnit no Maranhão, Maurício Itapary, explicou que o Consórcio paralisou os serviços de restauração contratados sem a apresentação de justificativa minimamente plausível para o insólito fato. “Fizemos a revisão do antigo Consórcio que estava no trecho, por desempenho ser fraco, fizemos as novas licitações e esperamos de imediato que a gente comece os serviços”, disse Itapary durante reunião com governador.

2 pensou em “Após pressão de Flávio, DNIT começa a recuperar a BR-135

  1. Esses Consórcio é só um meio de desviar os recursos, mancomunado com os dirigente dos órgãos responsável pela obra, bando de corruptos de carteirinha, o Consórcio vai contrata outra empresa, por sua vez, essa contrata outra, no final quem pegar pra fazer a obra, só tem um carro de mão e uma pá. Ai querem que a obra vá pra frente, comem o dinheiro todinho e a obra não sai. Gastam todo o dinheiro ninguém vai preso e fica por isso mesmo. Já cansei de ouvir essa estória, puta q pariu!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *