Gil Cutrim promove nova reforma administrativa na prefeitura de Ribamar

DSC_0048

Gil aproveita saídas de secretários que serão candidatos para enxugar a máquina

O prefeito Gil Cutrim (PDT) promoveu uma nova reforma administrativa no seu quadro de secretários municipais. A ação foi motivada por conta da legislação eleitoral, que determina prazo de seis meses de desincompatibilização para agentes públicos que irão disputar cargos nas eleições de outubro. Dois secretários candidatos deixaram os cargos. Uma secretaria foi extinta.

Ex-vice prefeito de São José de Ribamar, Ribamar Dourado deixou a Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Renda e assumiu a Secretaria Municipal de Educação. No seu lugar, foi efetivada a secretária adjunta e assistente social, Jocélia Frazão de Matos.

Na Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, o jornalista Paulo Leite está interinamente ocupando o cargo do ex-vereador Edson Calixto, que deixou o posto desde a semana passada.

O ex-deputado Alberto Franco, atual secretário municipal de Governo e Assuntos Metropolitanos, passou a acumular a função da Secretaria Municipal Extraordinária de Articulação Política, que foi extinta.

Gil Cutrim explicou que, além de atender as determinações da lei eleitoral, as novas modificações visam enxugar, ainda mais, o organograma administrativo e, consequentemente, a folha de pagamento.

O prefeito informou que está sendo trabalhada a implantação de um Núcleo Municipal da Juventude, que substituirá a pasta que tratava sobre o assunto e que terá como missão coordenar o andamento das ações direcionadas aos jovens do município.

Contenção de gastos

Desde o ano passado, o prefeito vem adotando medidas de contenção de gastos em São José de Ribamar; tais como redução de 25% da frota de veículos alugados; fundição de Secretarias Municipais; modificação dos horários de atendimento ao público nos órgãos municipais; promoção de campanhas para redução do uso de material de consumo; bloqueio, em horários específicos, de linhas telefônicas; e extinção de outros cargos no primeiro escalão do governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *