Política maranhense em notas

Folha destaca que Flávio mudou o placar

folhaimpeachmentA Folha de S. Paulo destaca a mudança do “placar do impeachment” e mostra que a oposição não tem mais o número de votos para o impeachment. A matéria da Folha mostra que a oposição perdeu dois votos: Waldir Maranhão (PP-MA) e Clarissa Garotinho (PR-RJ) que saiu de licença-maternidade. Waldir mudou o voto por apelo político pessoal de Flávio Dino, segundo a Folha. Os dois são adversários da família Sarney, que é favorável ao impeachment. O deputado ainda conseguiria levar mais 10 deputados do PP com ele contra o impeachment da presidente.

Flávio se reúne com Dilma

flaviobrasiliaAlém de articular votos com deputados, o governador maranhense se reuniu com a presidente da República para tratar do andamento do projeto contra o golpe. Segundo o governador, a presidente está confiante que entre sábado e domingo irá reverter para a posição anti-impeachment a “onda” contrária dos últimos dias, que faz o governo temer o “efeito manada” a favor da sua destituição.

Maior trabalho pelo Maranhão

Pelos próximos dois dias, o governador faz o trabalho mais importante para o Maranhão em Brasília. No atual momento, muito mais importante do que ficar assinando documentos no Palácio dos Leões, Flávio tem que garantir que não ocorra o golpe que levará Michel Temer e José Sarney ao poder e leve a um boicote violento contra o Maranhão pelos próximos três anos. Caso Temer chegue ao poder, aí é que as BRs irão virar estradas de barro e o Maranhão não terá nada do governo federal.

PT maranhense reage contra “deputados golpistas”

direcaoestadualptO diretório estadual do PT do Maranhão reagiu contra os deputados maranhenses que votarão a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff. Em comunicado aos diretórios e comissões municipais, a direção estadual recomendou que não fossem celebradas alianças que favoreçam a reeleição dos “deputados golpistas”. Ou seja, o PT não irá se aliar a candidatos a prefeito que votam em deputados federais a favor do impeachment. O PT diz que é uma forma de “reafirmar um projeto democrático e popular liderado pelo PT”.

Marlon Reis sobre corrupção

marlonreisO juiz federal Marlon Reis, idealizador do Ficha Limpa, radicado no Maranhão, voltou a mostrar coerência sobre a crise política no país. Através das redes sociais, lembrou que o ideal seria o julgamento dos processos de abuso de poder econômico nas eleições presidenciais. O que, em caso de condenação, cassaria a chapa Dilma-Temer ao invés de um mandato sem votos ao vice-presidente. “Qualquer que seja o resultado da votação de domingo, a decisão não diminuirá a corrupção no Brasil. Melhor seria o julgamento dos processos em curso, inclusive o que discute abuso de poder econômico nas eleições presidências. Novas eleições representam a única solução verdadeiramente democrática para a grave crise política”, afirmou.

João Alberto segue pró-Dilma

joaoalbertojoaomarceloA ex-governadora Roseana Sarney está furiosa com o senador João Alberto (PMDB-MA). Acampada em Brasília como articuladora pró-impeachment, Roseana não conseguiu o voto de João Alberto e do filho, deputado federal João Marcelo (PMDB-MA). João Alberto mandou recado e garantiu que fica a favor de Dilma até o fim. João Marcelo está posicionado contra o impeachment e, segundo o pai, assim votará no domingo.

Combate aos assaltos a ônibus

Foto1_HandsonChagas - São Luís passa a contar com batalhão exclusivo para combate de assaltos a ônibusO Batalhão Tiradentes, mais novo grupamento da Polícia Militar do Maranhão, iniciou este mês um trabalho especializado no combate aos assaltos a ônibus. Diariamente, 100 policiais atuam na região metropolitana, em áreas mais vulneráveis aos roubos, e direcionam a atenção ao público usuário do transporte coletivo. Em duas semanas de trabalho, o Batalhão Tiradentes já apreendeu 500 armas brancas, quatro armas de fogo, um simulacro e encaminhou 20 pessoas para a delegacia. Além disso, foram apreendidas 30 trouxas de substâncias semelhantes a crack e 47 papelotes de maconha. Mais de 15 mil pessoas foram abordadas. O Batalhão executa patrulhamento prioritariamente nas paradas de ônibus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *