Decisão do STF deve validar votos de Deoclides e Julião pode assumir

Reviravolta no caso Deoclides Macedo. O Supremo Tribunal Federal decidiu que quem deve julgar contas de ex-prefeito é a Câmara Municipal e não o Tribunal de Contas. A condenação do ex-prefeito de Porto Franco se deu exatamente por uma condenação do TCE e com isso, ele deve ter seus votos validados. A chapa do PDT ganharia mais uma vaga na Câmara.

A vaga é  do secretário  estadual de Trabalho, Julião Amim, que deverá  assimir no lugar de Alberto Filho (PMDB). Caso Julião não assuma, Deoclides é beneficiado diretamente, pois é o próximo suplente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *