Justiça proíbe Fábio Câmara de veicular propaganda que deturpa informação

propagandafabio

Propaganda com fato inverídico é barrada pela Justiça

A Justiça Leitoral proibiu a veiculação de propaganda do candidato Fábio Câmara (PMDB) onde ele dá a entender que o prefeito Edivaldo aumentou seu próprio salário em R$ 25 mil igualando ao salário do prefeito de São Paulo.

A realidade é que o salário neste valor foi fixado em Lei de 2009 e o que está publicado no Diário Oficial apresentado por Câmara na propaganda é somente a confirmando e mantendo o mesmo valor já aplicado. A Justiça reconheceu assim que a afirmação de Câmara de Câmara de que o prefeito teria concedido aumento do próprio salário “constitui fato sabidamente inverídico”.

 

3 pensou em “Justiça proíbe Fábio Câmara de veicular propaganda que deturpa informação

  1. Ele assim como Wellington, entraram nessa campanha pra tentar ganahr no grito. com mentiras e acusações para a gestão de Edivaldo. Agora a casa tá caindo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *