Vencedores e perdedores jurídicos da eleição em São Luís

Marcos Braide foi o campeão dos tribunais na eleição

Marcos Braid foi o campeão dos tribunais na eleição

A eleição municipal é batalha travada principalmente no campo da comunicação e marketing. Mas uma forte batalha dos bastidores se dá no campo jurídico. E nesta eleição, as ações na Justiça Eleitoral ganharam destaque e colocaram em evidência os personagens que permeiam os tribunais. Nesta disputa, também difemos quem saiu maior e menor.

Certamente o maior vencedor jurídico da eleição foi o advogado da campanha de Edivaldo Holanda Júnior, Marcos Braid. Mas pelo fato de seu candidato ter vencido a eleição, mas da  proporção de vitórias na Justiça Eleitoral. Foram aproximadamente 100 Ações que conseguiu retirar do ar propagandas de seus adversários. Também venceu em vários questionamentos de seus adversários contra a campanha de Edivaldo. Todas as ações contra a campanha de Edivaldo foram consideradas improcedentes.

Marcos Braid deixou a procuradoria geral do município para atuar na campanha e saiu muito fortalecido. Logo deve retornar à PGM.

Marlon Reis foi o maior derrotado das batalhas jurídicas da eleição

Marlon Reis foi o maior derrotado das batalhas jurídicas da eleição

Já o advogado Pedro Carvalho Chagas perdeu todas as 11 ações que entrou contra a Difusora e outras contra jornalistas. O advogado que representou o candidato Eduardo Braide também perdeu as ações que exigiam retratação e Braide perdeu muita propaganda na TV.

Mas quem realmente saiu muito menor do que entrou nesta eleição foi o advogado Marlon Reis. O advogado da candidata Eliziane Gama entrou na campanha com status de personagem não só jurídico, mas que agregaria valor eleitoral à candidata.

Mas o ex-juiz e idealizador da Lei Ficha Limpa perdeu terreno na sua primeira ação midiática. Ameaçou estourar uma bomba com mais de 100 provas contra Edivaldo. A ação por propaganda irregular foi desmontada facilmente. E assim seguiu o restante da eleição. Perdeu outras ações contra a candidatura do pedetista e Eliziane ainda teve que veicular Direitos de resposta de Edivaldo por inverdades no horário eleitoral. A candidata defendida por Reis ainda foi punida por um outdoor na pré-campanha. Márlon Reis estava no evento e não avisou a candidata da irregularidade.

Marlon Reis foi assim o maior derrotado jurídico do pleito 2016.

 

6 pensou em “Vencedores e perdedores jurídicos da eleição em São Luís

  1. Essas eleições foram um tremendo ataque nas redes sociais, principalmente em cima do prefeito Edivaldo!! não e atoa que ele abriu muitas denuncias conra diversas paginas de internet!!

  2. Realmente esse ano as eleições estavam acontecendo nas redes sociais. Tanto que no debate os candidatos usaram e abusaram dessa ferramenta. Mas infelizmente muitos fizeram o mau uso das redes e só falavam besteiras e calúnias, principalmente para agredir e ofender o prefeito que buscava uma reeleição justa e honesta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *