O Maranhão com despoluição de rios e praias com balneabilidade

ETE Vinhais trata 40% dos esgotos de São Luís

ETE Vinhais trata 40% dos esgotos de São Luís

O despeito do senador Roberto Rocha (PSB-MA) com o novo modelo de gestão no Maranhão mostra que o governo está no caminho certo. Enquanto Rocha esbraveja, as praias de São Luís, que eram depósito de esgoto, finalmente estão sendo despoluídas de verdade.

O Rio Anil está progressivamente sendo despoluído e já em estágio avançado. O Rio Claro, no Olho d’Água, também segue sendo despoluído. Os Rios Pimenta e Parga já foram totalmente despoluídos. Há poucos meses, os dois eram riachos de esgoto.

A Estação de Tratamento de Esgoto do Vinhas – ETE Vinhais – está em pleno funcionamento, responsável pelo tratamento de esgoto da capital maranhense, com tratamento de 200 litros de esgoto por segundo. A ETE vai chegar na virada do ano com 400 litros de esgoto por segundo tratado, chegando próximo da capacidade de 700 L/S. Todo este esgoto era jogado para o Rio Anil e outros córregos in natura.

O que faz um Senador?

Como o maranhense continua questionando para que serve um Senador, é bom que se saibam quais foram os projetos de Roberto Rocha para melhorar o meio ambiente do estado. Afinal, em dois anos de mandato, quais foram os projetos de lei ou emendas enviadas enviadas para ajudar na despoluição? O povo ainda espera resposta.

Vale lembrar que Roberto Rocha indicou secretários de Meio Ambiente na prefeitura de São Luís e no governo do Estado. Um secretário municipal era irmão de sua mulher. E nada foi pela balneabilidade pelos indicados de Rocha.

O filho do senador, vereador Roberto Rocha Júnior, foi quem provocou audiências públicas sobre o Minha Casa Minha Vida em São Luís e nada propôs sobre o problema apontado por Rocha de que as novas habitações tenham sido feitas sem o devido cuidado ambiental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *