Política maranhense em notas

Intimidação a delegado

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) tenta enquadrar o delegado da Polícia Civil Antônio Jorge Silva Santos. Ele promove nesta terça-feira (13) audiência da comissão de segurança da Assembleia com o delegado. Isto porque a defesa do prefeito de Mirinzal, Amaury Almeida, alega que foi preso no dia da eleição por perseguição política. Vale lembrar que o segurança de Amaury atirou em um militante de seu adversário na madrugada da eleição.

Encontro indigesto

O velório do ex-governador João Castelo promoveu encontros inusitados na Assembleia Legislativa. Quando descia as escadas saindo da Assembleia Legislativa acompanhado de outros políticos, o governador Flávio Dino deu de cara com a deputada Andrea Murad que subia as mesmas escadas. Saiu faísca! A deputada deu um forte boa tarde e saiu praticamente correndo. Não deu nem tempo de ouvir o “boa tarde” do governador.

Evitando encontro indigesto

Já o senador Roberto Rocha preferiu evitar o encontro. Quando soube que Flávio Dino estava no velório, preferiu se esquivar pelo outro lado da Assembleia e esperar sua saída para entrar e prestar solidariedade à família de Castelo. Rocha e Flávio trocaram farpas nas redes sociais na semana passada por conta da balneabilidade das praias. O atrito virtual pode ser considerado o rompimento definitivo dos companheiros de chapa de 2014.

Último adeus

Após o velório na Assembleia Legislativa, o enterro de João Castelo no cemitério Parque da Saudade foi o momento que marcou o adeus definitivo do ex-governador, com uma salva de tiros, Centenas lotaram o cemitério para a despedida. Seu corpo foi levado para o cemitério em viatura do Corpo de Bombeiros. Foram muitas homenagens ao político ao longo do dia.

Serviços funerários pós-eleição

Por falar em velório e Castelo, o colega de partido, prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, celebrou contrato estranho logo após as eleições municipais. A prefeitura de Imperatriz assinou dia 7 de novembro contrato de R$ 320 mil com a empresa RC Serviços Funerários Ltda., para o fornecimento de urnas mortuárias, mortalha, translado, etc. até o final do ano e do mandato do atual prefeito. (Informações do Blog do Garrone)

2 ideias sobre “Política maranhense em notas

  1. Muito importante a iniciativa do deputado Adriano Sarney. É de conhecimento de todos o uso da força policial, a coação e a truculência, numa tentativa espúria de beneficiar seus aliados na disputa pelas eleições municipais com vistas no seu projeto de reeleição e de aliados em 2018. Foi de uma baixaria sem explicações. Tem que haver mesmo a investigação e, se possível, intervenção nas eleições dos municípios cujo fato aconteceu com as bençãos do Palácio dos Leões. Cadê a Secretaria de Segurança? Funciona apenas para os adversários? Não é este o governo de todos nós?

    #xocomunistas
    #flaviodinonuncamais

  2. Esse comunista tinha tudo pra fazer uma boa gestão e se consolidar na politica maranhense, mas ele prefere pegar o caminho da perseguição e da opressão. Atitudes que não condizem com a índole de um líder do executivo, mas de um ditador, fazendo-nos crer que estamos vivendo em uma Cuba, Venezuela ou até mesmo a Coreia do Norte. O povo do Maranhão não merece esse tipo de (des)governo. Independente de quem seja o nome da oposição em 2018, esse terá nosso apoio incondicional para que possamos dar um fim nessa era que tanto desagrada nosso povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *