Dois maranhenses no centro do debate que pode cassar Michel Temer

O julgamento da chapa Dilma-Temer coloca frente à frente dois juristas maranhenses. No primeiro dia do julgamento, o advogado Marcus Vinícius Coelho, ex-presidente da OAB nacional, fez a sustentação oral na defesa do presidente Michel Temer. Outro maranhense do lado oposto ao advogado é o vice-procurador geral eleitoral, Nicolao Dino.

Nicolao Dino afirmou que a campanha eleitoral que elegeu a ex-presidente Dilma Rousseff e o presidente Michel Temer em 2014 tinha como pano de fundo “um fabuloso esquema de apropriação de empresas públicas”.

Dino se manifestou pela cassação do mandato de Temer e pela inelegibilidade de Dilma por 8 anos. Para ele, não se pode separar a chapa.

O advogado de Temer concentrou sua explanação de ontem no fato de que as delações da Odebrecht não poderiam ser usadas por não estarem na inicial. “Estamos diante de uma matéria clara de alargamento da causa, que não é possível. Não é possível apenas como tese processual. Essa matéria foi resolvida no âmbito deste tribunal, nesta causa.”

O embate recomeça nesta quarta-feira (7).

O Blog separou um pequeno trecho das falas de Nicolao e Marcus Coelho no primeiro dia do julgamento.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *