Com voto favorável de Hildo Rocha, Comissão aprova Distritão

A comissão especial da Câmara que analisa a reforma política aprovou uma mudança na Constituição que institui o sistema chamado “distritão”, modelo que favorece a reeleição dos parlamentares, para as eleições de deputados em 2018 e vereadores em 2020.

A votação foi apertada. Foram 17 votos a favor e 15 votos contrários, com duas abstenções. A proposta não estava no relatório do deputado Vicente Cândido (PT-SP), que prevê apenas o sistema distrital misto para 2022. A comissão aprovou também a criação de um fundo público de R$ 3,6 bilhões para financiar as campanhas no próximo ano — esse ponto ainda pode ser alterado por emendas. Na madrugada de hoje, a sessão foi suspensa e será retomada às 10h.

Com votação apertada, cada voto foi decisivo. E o deputado Hildo Rocha (PMDB) votou a favor do modelo que beneficia quem está no poder.

Já a deputada Eliziane Gama (PPS) votou contra o projeto. Agora o projeto irá para plenário.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *