Com PSDB fora do governo Temer, Roberto perde a boca da Codevasf?

Agora é Alckmin que não quer mais PSDB no governo.

Ao confirmar que seu partido sairá da base do governo Michel Temer (PMDB), o governador de São Paulo e provável pré-candidato à Presidência, Geraldo Alckmin (PSDB), praticamente deu um tiro no pé na pretensão de Roberto Rocha (PSDB) ao governo.

O motivo: até agora Rocha vinha exercendo influência política junto à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), onde o seu cunhado, Marco Aurélio Diniz, é diretor da Área de Desenvolvimento Integrado e Infraestrutura (AD).

Com a saída dos tucanos do governo Temer, Roberto Rocha – que é pré-candidato ao governo do Maranhão – perde força no governo federal e deve acabar se desfazendo da “boquinha” na Codevasf. Isto se não der novamente uma de “João sem braço”.

Golpe na Saúde

Em outubro deste ano, Roberto Rocha deu um duro golpe nos maranhenses ao vetar repasse de R$ 90 milhões que deveria reforçar a Saúde nos municípios do Maranhão. Rocha e os outros dois senadores ligados ao clã Sarney “preferiram” destinar o recurso justamente para a Codevasf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *