Prefeitura assume desafio de organizar comércio informal da Rua Grande

Entre tantos espaços que podem caracterizar o cidadão ludovicense, talvez nenhum reúna mais pontos convergentes quanto a Rua Grande, no Centro. Apesar da importância histórica, cultural e comercial, a via ficou esquecida, se transformando em uma verdadeira bagunça, sobretudo por causa da presença desordenada dos ambulantes. Agora, a Prefeitura de São Luís vai transformar o que por muitos anos foi o retrato da falta de planejamento das gestões anteriores.

O ordenamento do comércio informal, uma das tarefas mais difíceis, faz parte das ações de requalificação do Centro executadas pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico (Iphan), com apoio da Prefeitura de São Luís e Governo do Estado. E é a Prefeitura que vai capitanear essa reorganização dos ambulantes, além de também assumir outras frentes de trabalho que integram as obras na área.

Por meses a Prefeitura vem dialogando com os ambulantes para que uma solução fosse alcançada sem causar prejuízos. Isso é uma demonstração clara de responsabilidade da gestão com o comerciante informal, que trabalha duro para manter sua família.

Para além disso o reordenamento, também contribuirá para a circulação da renda e oferecerá aos consumidores mais tranquilidade e conforto, sem deixar de dar a opção de qual tipo de produto o cliente deseja comprar.

Toda essa reorganização está sendo feita com responsabilidade e planejamento da gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) para que não seja prejudicado qualquer seguimento que faz relação com o principal centro comercial de São Luís, que é a Rua Grande.

Uma ideia sobre “Prefeitura assume desafio de organizar comércio informal da Rua Grande

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *