Reincidente, irmão do prefeito de Pinheiro é preso após espancar a ex-esposa

Marcas da violência de Lúcio contra Ludimila

Mais um lamentável caso de violência contra mulher registrado no Maranhão. Lúcio André Genésio, irmão do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, foi preso na noite deste sábado (11) após espancar e tentar atropelar sua ex-esposa, a advogada Ludmila Rosa Ribeiro da Silva (27).

O pior é que foi feito outro registro de agressão quando o casal ainda estava junto. Em janeiro de 2016, Ludimila compareceu ao quartel da PM para prestar a queixa. Lúcio André passou apenas algumas horas presos e pagou fiança. Exatamente o que fez agora na reincidência.

Segundo depoimento da vítima, o casal enfrentava problemas conjugais e, na tentativa de uma reconciliação, marcaram um jantar em restaurante na Lagoa da Jansen. Lúcio, então, forçou Ludmila a postar fotos do casal nas redes sociais; diante da negativa, o ex-marido perdeu a cabeça.

Ele teria tomado o celular da vítima e começou a espancar. Ela foi jogada para fora do carro a socos e pontapés. Segundo relatos, com advogada no chão, ele ainda tentou atropelar, mas foi impedido por uma vizinha. Revoltados, moradores do bairro seguraram o agressor até chegada da Polícia Militar que efetuou a prisão em flagrante.

O empresário pagou fiança no valor de R$ 4.685,00 e vai responder ao processo em
liberdade.

Mas como este elemento que agride a mesma mulher pela segunda vez, com tentativa de assassinato permanece solto? Está claro que representa um perigo para a vítima e para a sociedade.

Uma ideia sobre “Reincidente, irmão do prefeito de Pinheiro é preso após espancar a ex-esposa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *