Carnaval liberado? Deputado denuncia que professores de Pinheiro continuam com salários atrasados; Prefeito nega

Furtado denunciou que pagamentos continuam atrasados em Pinheiro

Este Blog já explicou que a resolução do Tribunal de Contas do Estado (TCE) que considera ilegítima a aplicação de recursos públicos de prefeituras que estão com salários de servidores atrasados não tem aplicação imediata, mas os gestores deverão ser punidos quando da apreciação das contas no ano que vem (releia).

Porém, para dizer que é melhor do que os outros mesmo tendo atrasado pagamentos durante todo o primeiro ano da gestão, o prefeito de Pinheiro Luciano Genésio (Avante) publicou nas redes sociais que seu município está liberado para fazer o carnaval porque já pagou os salários atrasados ainda no dia 1º de fevereiro (veja ao lado).

Nesta quarta-feira (7), o deputado Fernando Furtado (PCdoB) contestou a versão do prefeito e denunciou que os salários dos professores do município não foram quitados. De acordo com o deputado, até a segunda parcela do 13º de 2017 muitos trabalhadores ainda não receberam. “No pagamento de janeiro de 2018, dos professores e demais servidores, houve descontos abusivos. Por isso, ontem (6), o Sindicato dos Professores (SINPROSEMP) realizou uma manifestação de protesto”, acrescentou Fernando Furtado.

OUTRO LADO

Em contato com o Blog, o prefeito Luciano Genésio reafirmou categoricamente o pagamento de todos os salários e desafiou para que aparecesse algum professor com salário atrasado. Ele disse que o 13º salário está pago e ainda foi dado em 2018 o reajuste de 6,81%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *