Confusão no clã: Sarney Filho tenta minar Edison Lobão

Depois de 35 anos como deputado federal e preterido inúmeras vezes pela sua família para disputar outros cargos, finalmente Sarney Filho terá a chance de dar um passo a mais na sua carreira política. Para isso, ele está disposto a fazer qualquer negócio para garantir uma vaga no Senado Federal.

Sarney Filho sabe das dificuldades que seu grupo político terá para eleger um senador. A eleição dos dois – o outro é Edison Lobão – é praticamente inviável, sobretudo pela indefinição da sua irmã Roseana em sair candidata ou não ao governo do Estado e a força eleitoral de Flávio Dino, que muitos apostam conseguir eleger seus dois senadores.

Diante do cenário adverso, Sarney Filho começa a trabalhar sua primeira estratégia para chegar ao Senado Federal: minar Edison Lobão. O rei da Lava Jato aparece, inclusive, melhor nas pesquisas do que o próprio Zequinha. O objetivo do filho de José Sarney é tirar votos do seu companheiro de chapa.

Uma das táticas adotadas por Sarney Filho para diminuir sua rejeição e contrapor as bases eleitorais de Edison Lobão é justamente fazer dobradinha com senadores que estão no campo político de Flávio Dino. E essa movimentação já é observada desde já, com algumas lideranças anunciando apoio a Weverton Rocha – um dos candidatos do governador – e Sarney Filho.

Na cabeça de Zequinha, fazer dobradinha com Edison Lobão em todos os colégios eleitorais, fato que geralmente ocorre sobretudo em nome do grupo, não é vantagem. Por isso ele busca se aliar aos postulantes a uma vaga no Senado que são apoiados por Flávio Dino.

No fundo, Sarney Filho quer minar as possibilidades de eleição de Edison Lobão. A estratégia pode até fazer com que o grupo oligárquico não eleja nenhum senador. Agora é aguardar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *