Bira do Pindaré comemora redução dos índices de violência no Maranhão

O Atlas da Violência, produzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), apontou queda considerável de homicídios no Maranhão. O estudo foi destacado da tribuna da Assembleia Legislativa pelo deputado estadual Bira do Pindaré, que comemorou os últimos resultados na manhã dessa quinta-feira (07).

“Mais uma pesquisa respeitada confirmando que o Maranhão tem um dos melhores índices em relação à criminalidade do Nordeste e do Brasil. Os homicídios no Nordeste aumentaram de 41,84 para 44,15, mas, na contramão, o Maranhão, o Ceará e a Paraíba se destacaram pela redução. Há uma tendência de queda da violência no estado do Maranhão. Isso é uma excelente notícia para os maranhenses, mostrando que, apesar da crise, o Maranhão tem adota as estratégias corretas”, frisou.

O parlamentar acrescentou ao seu discurso informações da Secretaria de Segurança Pública do Estado, que registrou redução de 73% nas ocorrências de assaltos a bancos, em comparação aos anos de 2017 e 2014. Na região metropolitana de São Luís, o número de homicídios caiu 40,6%, no mesmo período. Para ele, esses são resultados dos investimentos necessários e do fortalecimento do Sistema de Segurança que o governador Flávio Dino (PCdoB) tem feito para enfrentar a criminalidade, que, destacou, é extremamente perversa no Brasil inteiro.

“Acabaram os assaltos no Maranhão? Não, não acabaram. Mas hoje, no Maranhão, está diminuindo e a mesma coisa acontece em relação aos homicídios. Tudo isso acontece graças à ação correta do Governo do Estado que investe na segurança pública, com mais equipamentos, mais viaturas, motocicletas, mais inteligência e policiais. Tudo isso é determinante para combater a violência; além, claro, das políticas públicas na área da educação. Combater a violência não é só caso de polícia, é, sobretudo, de políticas públicas”, defendeu.

Bira acrescentou a importância de oferecer mais alternativa à juventude como um vetor decisivo, pois, de acordo com ele, é o segmento mais vulnerável à violência. Na mesma linha, ele lembrou que há, o que chamou de, um verdadeiro extermínio da juventude brasileira em razão da criminalidade.

Por fim, o deputado anunciou que a tendência é os índices caírem ainda mais, porque no mês de julho o Governo do Estado vai colocar nas ruas mais 1.500 policiais, pela convocação. Serão 1.200 do último concurso que foi realizado e 300 policias sub judice serão chamados em todo o Maranhão.

“Na hora em que o Brasil virar essa página da crise política e econômica, certamente, nós vamos poder avançar ainda mais com as estratégias e as políticas públicas, que já estão sendo desenvolvidas pelo Governo do Estado. Portanto, quero parabenizar o governador Flávio Dino com toda sua equipe, especialmente o secretário de Segurança, Jefferson Portela, porque está no caminho certo”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *