Inscrições para vestibular da Uema foram abertas e vão até o dia 10 de agosto

A Universidade Estadual do Maranhão iniciou nesta segunda, 16, as inscrições para o Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (PAES 2019). O valor é de R$ 85,00. O período de inscrições será encerrado dia 10 de agosto.

O Paes 2019 é destinado a selecionar candidatos, no limite das vagas ofertadas, nos seus Cursos de Graduação, na modalidade presencial para o primeiro e o segundo semestres do ano de 2019.

Excepcionalmente, o PAES 2019 da UEMA abrangerá a seleção dos candidatos às vagas disponíveis dos cursos da área de atuação da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão – UEMASUL, em decorrência de ajuste consolidado por meio do Termo Aditivo n.º 1 ao Termo de Cooperação – Protocolo de Transição entre as Instituições de Ensino Superior, e, o qual reger-se-á de acordo com as instruções que fazem parte integrante do Edital da PAES 2019.

Para a UEMA, exclusivamente, serão ofertadas 4.249 vagas para o ano de 2019. A UemaSul disponibilizará  645 vagas. O vestibular será composto de duas etapas. A primeira acontecerá dia 21 de outubro e a segunda dia 25 de Novembro. Ambas no horário de 13h às 18h.

Antes de fazer sua inscrição, o candidato deverá ler atentamente o edital e, também, todas as demais informações que forem disponibilizadas pela internet, no endereço eletrônico www.paes.uema.br. O candidato isento do pagamento do valor de inscrição, para o PAES 2018, deverá, obrigatoriamente, se inscrever no Processo Seletivo por meio do mesmo site.

Só poderá concorrer a uma das vagas definidas no Quadro Demonstrativo dos Centros, Cursos e Vagas oferecidas por Campus, da UEMA e por Campus da UEMASUL o candidato que concluiu integralmente ou esteja cursando o 3º ano do ensino médio em 2018.

O campus de São Luís, ofertará pela primeira vez o curso de Ciências Biológica Bacharelado.  Alguns campi no interior ofertarão também cursos superiores novos de tecnologia.

O campus novo da UEMA de São Bento ofertará pela primeira vez vagas para os cursos superiores de Tecnologia em Alimentos , Tecnologia em Fruticultura e Tecnologia em Gestão Ambiental.

As provas do PAES acontecerão nos campi da UEMA de São Luís, Caxias, Bacabal, Balsas, Santa Inês, Timon, Grajaú, Lago da Pedra, Zé Doca, Itapecuru – Mirim, Colinas, São João dos Patos, Barra do Corda, Codó, Coelho Neto, Pinheiro, Presidente Dutra, Pedreiras, Coroatá, São Bento e nos campi da UemaSul: Imperatriz e Açailândia.

Pelo menos nove vereadores de São Luís disputarão as eleições deste ano

Honorato Fernandes (PT) é um dos favoritos para Assembleia Legislativa

A pouco mais de três meses das eleições deste ano, pelo menos nove vereadores de São Luís já se colocaram publicamente na disputa proporcional, seja pela Assembleia Legislativa ou pela Câmara dos Deputados.

Dos nomes certos na disputa pela Assembleia, três fazem parte da Mesa Diretora da Casa, são os eles: o 1º secretário Honorato Fernandes (PT), o 3º vice-presidente Ricardo Diniz (PRTB) e a 4ª Secretária Bárbara Soeiro (PSC).

Além deles, também vão pleitear uma vaga no parlamento estadual, os vereadores Marcial Lima, Gutemberg Araújo e Gengival Alves, todos do PRTB. Para o Congresso, Sá Marques (PHS), Pavão Filho (PDT) e Pedro Lucas Fernandes (PTB) também confirmaram que deverão marcar presença no pleito de outubro.

Dos nove integrantes do legislativo da capital maranhense, cinco já oficializaram suas pré-candidaturas. O primeiro deles foi Ricardo Diniz, que realizou um encontro em maio, com lideranças, correligionários, amigos e simpatizantes, para demonstrar seu desejo. O parlamentar disse que antes de tomar a decisão, ouviu seus familiares e pessoas que o ajudaram em sua caminhada política.

Pedro Lucas é forte candidato para levar vaga na Câmara Federal

“Demos hoje a largada para esse grande projeto, uma decisão tomada ao lado do meu grupo, dos amigos e familiares. Pessoas que sempre me ajudaram e me incentivaram a acreditar que é possível fazer muito mais como deputado federal”, justificou.

Também no mesmo mês, Barbara Soeiro aproveitou para declarar sua intenção de disputar a eleição. Ela escolheu o tradicional clube Alvorada, no São Cristóvão, para confirmar que disputaria o pleito. Em seu discurso, Soeiro homenageou as mães, na antevéspera do dia especial, e agradeceu cada gesto de carinho, apoio e corrente positiva demonstrada no semblante de pessoas simples, que estavam ali, para marchar juntos dentro de um projeto construído pela própria população.

“Ser mãe é o ato mais sublime da humanidade, pela sensibilidade de materializar uma obra de Deus, eu tenho esse orgulho, e na minha vida com Albino, meus filhos, João Octávio e Ilana. Não construir fortuna, mas temos o maior dos patrimônios: uma família alicerçada no amor e na esperança. Como vereadora, estou no segundo mandato, e impulsionada pelo povo, quero colocar o meu nome, como pré-candidata a deputada estadual, sempre respeitando os valores éticos, com o firme propósito de ajudar meus conterrâneos a melhorar de vida, sobretudo todos vocês, que  precisam ser vistos e alcançados pelo Poder Público”, disse.

No mês de junho, mais uma pré-candidatura foi oficializada. Desta vez, foi à vez de Sá Marques que, em decisão conjunta com seus correligionários, decidiu lançar sua pré-candidatura a uma vaga na Câmara Federal.

O evento aconteceu, na Associação “Casa de Lili”, no bairro do João Paulo e contou com a presença também do presidente estadual do Partido Humanista da Solidariedade (PHS), Jorge Arturo. De acordo com o parlamentar, a pré-candidatura é importante para que se possa discutir com a comunidade, projetos a serem implementados em seu programa de campanha.

Neste mês de julho, foram oficializadas outras duas pré-candidaturas. No sábado (14), o vereador Pavão Filho fez o lançamento de sua pré-candidatura a deputado federal. Ele pertence ao principal partido da base da aliança que apoiará a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB) e deve ser um dos principais nomes a disputar votos na Ilha de São Luís, cidade onde desenvolve importante trabalho voltado para a educação.

Com vários mandados de deputado estadual e vereador da capital, Pavão realizou o ato, na sede da Fundação Maranhense de Assistência Comunitária (FUMAC), no bairro do Monte Castelo, instituição a qual o parlamentar dedica total atenção e que acabou lhe valendo o rótulo de vereador da educação.

Outro vereador que lançou sua pré-candidatura a deputado no sábado foi o presidente do PT de São Luís, Honorato Fernandes, que vai disputar mandato de deputado estadual. O evento realizado na Associação Médica de Imperatriz, contou com a presença de militantes e dirigentes petistas, membros e lideranças de movimentos sociais e sindicais, além de lideranças comunitárias e sociedade civil.

Quem também movimentou o final de semana no cenário politico, foi o vereador Pedro Lucas Fernandes. Ele recebeu na noite de sexta-feira (13), o apoio explícito de nove colegas plenário. O reforço político consolida ainda mais o petebista na capital maranhense para disputar um assento em Brasília na eleição de outubro.

O evento contou com a presença do deputado federal Pedro Fernandes (PTB), e dos vereadores Umbelino Júnior (PPS), Chico Carvalho (PSL), Edson Gaguinho (PHS), Nato Júnior (PP), Isaias Pereirinha (PSL), Antônio Marcos Silva, o Marquinhos (DEM) e Osmar Filho, presidente eleito da Câmara de São Luís para o biênio 2019-2020.

Durante o jantar, Pedro Lucas também comemorou a adesão dos vereadores Joãozinho Freitas (PTB) e Irmão Domingos (PEN), que já ocuparam vagas no parlamento ludovicense nesta legislatura. O primeiro, por exemplo, pode se efetivar no mandato em caso de vitória do pré-candidato petebista nas urnas.

Cresce o movimento turístico do Maranhão

O final de semana no Maranhão foi marcado pelo crescente movimento turístico no estado. A programação montada pelo governo tem atraído turistas de várias partes do Brasil e do mundo.

Com uma ampla programação cultural e artística, acontecem ao longo do mês de julho apresentações e shows em três pontos de São Luís. Praça do Reggae às quintas-feiras, Praça Nauro Machado (Centro Histórico) às sextas-feiras e Praça da Lagoa da Jansen aos sábados. A programação cultural de férias é diversificada, gratuita e para todas as idades.

As atrações para animar o mês das férias têm opções de entretenimento para moradores e turistas que vão desde apresentações de peças teatrais e musicais a shows de artistas e grupos locais, prestigiando o trabalho dos artistas maranhenses.

Em Barreirinhas a movimentação de turistas também foi grande. Os Lençóis Maranhenses têm sido um atrativo para aqueles que querem desfrutar das belezas naturais maranhenses. Hotéis, pousadas e restaurantes ficaram lotados neste final de semana na cidade.

Com investimentos, o governo do Maranhão atrai cada vez mais turistas para o estado e fomenta a geração de emprego e renda.

Thaise Hortegal e Márcio Jerry em parceria na cidade de Chapadinha

Pré-candidatos a deputada estadual e deputado federal, respectivamente, a primeira dama de Pinheiro Taise Hortegal e o ex-secretário de Comunicação e Assuntos Políticos do Estado Márcio Jerry lançaram suas pré-candidaturas em parceria na cidade de Chapadinha neste sábado (14). Os dois devem ter expressiva votação na cidade.

Taise é de Chapadinha e filha do vice-prefeito da cidade, Talvane Hortegal. O vice está afastado do prefeito Magno Bacelar, que deve apoiar Victor Mendes para federal no município. A administração de Magno tem tido péssima avaliação.

Foi um evento político forte, que demonstrou liderança dos Hortegal na cidade. Mas a estratégia discursiva não foi bem elaborada. Dos que falaram no palco, a maioria tratou mais do município de Pinheiro, cidade administrada pelo marido da pré-candidata Luciano Genésio, ao invés de exaltar a cidade de Chapadinha. Problemas que podem ser dirimidos ao longo da pré-campanha e da campanha.

Um dos pré-candidatos a senador da dupla em Chapadinha, Weverton Rocha (PDT), esteve no evento. O outro deve ser o deputado federal Waldir Maranhão (PSDB), que tem relação muito próxima com Luciano Genésio e Taise. Mas a dúvida sobre a candidatura de Waldir é tão grande que ele nem esteve no evento. Zé Reinaldo tem ganhado força para se consolidar como candidato a senador do PSDB

PCdoB entra com ação acusando a Mirante de abuso de poder econômico nas eleições

O PCdoB deu entrada em uma “notícia de fato” ao Ministério Público eleitoral informando sobre o abuso de poder econômico do sistema Mirante nessas eleições. Além de uma das pré-candidatas ao governo do Estado serem a dona do sistema, o grupo de comunicação têm excluído o nome do governador Flávio Dino de todas as informações sobre eleições, tentando não o tratar como um pré-candidato e enganar o eleitor.

A ação lembra que estão registrados como sócios da Mirante os irmãos Roseana Sarney, Fernando Sarney e Sarney Filho. Também é lembrado que Flávio já foi atacado por fake news em 2014 quando um preso deu falso testemunho de que o atual governadora era chefe de quadrilha.

Nesta pré-campanha, já existe vasta documentação do uso do sistema de comunicação. Um dos principais casos é do médico Mariano, que mesmo tendo comprovadamente se suicidado, teve sua morte associada diretamente ao secretário de Saúde Carlos Lula, como se fosse mandante de um assassinato. Ainda, de forma clara, as matérias afirmaram que o Secretário de Saúde, Carlos Lula, teria impetrado Habeas Corpus no dia 12 de abril, ou seja, no mesmo dia da morte do médico, construindo, a partir daí, uma narrativa que impõe “culpa” aos agentes públicos como se estes fossem, de fato, partícipes de um assassinato.

Outro caso foi mais uma fake news, afirmando que o show de Agnaldo Timóteo no São João foi contratado por R$ 250 mil, quando o governo comprovou que o valor pago foi muito inferior, de R$ 38,5 mil.

O PCdoB pede que seja investigada a atitude da emissora para coibir estas atitudes e a consequente responsabilização em âmbito eleitoral, civil e criminal. O Ministério Público analisa a ação.

Nem Zé Reinaldo acredita mais na candidatura de Eduardo Braide ao governo

Em entrevista à TV Guará, o deputado federal Zé Reinaldo (PSDB) explicou a situação de crise no PSDB por seu insistente apoio à pré-candidatura de Eduardo Braide ao governo que colocou Waldir Maranhão em vantagem por uma vaga de candidato a senador na chapa de Roberto Rocha.

Principal artífice da pré-candidatura de Eduardo Braide ao governo, Zé Reinado disse que partiu dele a ideia de fortalecer a pré-candidatura de Braide para que o pré-candidato tucano a Presidência da República, Geraldo Alckmin, tenha dois palanques no Estado. Ele explicou que Roberto não se opôs à ideia inicialmente e disse até ser muito amigo de Carlos Braide, pai de Eduardo.

E depois ele amenizou porque o principal motivo da intriga nem se concretizou já que Braide nunca se tornou de fato pré-candidato. “O fato nem se consumou. O Braide nunca se lançou, eu nunca fiz campanha pro Braide. Eu fui colhido por uma coisa que não aconteceu. Eu estou com a candidatura do Roberto. Eu sabia dela antes de vir para o partido. E vou me dedicar à candidatura do partido, eu só quero que avisem sobre as agendas do interior”, alfinetou, dando a entender que só não foi aos eventos do partido porque não foi convidado.

O ex-governador disse ter tranquilidade de que será candidato a senador pela garantia de Geraldo Alckmin, e, para Waldir, pode restar a candidatura a vice-governador.

 

Marco Aurélio recebe apoio de lideranças de Açailândia

O Deputado Estadual Professor Marco Aurélio (PCdoB) esteve nessa quinta-feira (12) em Açailândia, onde participou de reunião com amigos e lideranças da cidade, acompanhado dos vereadores Marquinhos (PCdoB) e Márcio Aníbal (SDD). A reunião teve como objetivo apresentar o parlamentar à comunidade, além de apresentar os importantes apoios políticos e sociais à pré-candidatura à reeleição a deputado estadual. Marco Aurélio esteve acompanhado da esposa, Alessandra, da vereadora Cristina, de São Francisco do Brejão, vereador Carlos Hermes, de Imperatriz e os professores Harley e Marcelo Lira.

Declarando seu apoio a pré-candidatura do deputado Marco Aurélio , o vereador Márcio Aníbal explica seus motivos “esse apoio não é um apoio qualquer, surgiu após um análise do trabalho do deputado, da postura que ele apresenta, do companheirismo para aqueles que ele apoia, das comunidades e da contribuição que ele tem. Acho importante um professor que se dedicou à vida pública estar brilhantemente desenvolvendo um trabalho em favor do Maranhão, em especial à nossa região Tocantina. Em Açailândia, através do apoio que estamos dando, que ele possa trazer muitos benefícios à nossa cidade “, conclui.

Também apoiador do Professor Marco Aurélio, o vereador Marquinhos destaca a construção da parceria com o deputado “devido a uma política voltada para o social, para o desenvolvimento da nossa região é que escolhi o deputado Marco Aurélio, porque a gente vê que ele trabalha em todas as áreas. Acredito que Açailândia reforçando este apoio, Marco Aurélio irá aumentar ainda mais a sua responsabilidade e o compromisso com nosso município. Temos que eleger as pessoas que tenham compromisso para que hajam as transformações que tanto sonhamos” observa o vereador.

O deputado estadual Professor Marco Aurélio, que este ano é novamente pré-candidato, destaca com alegria e gratidão o apoio dos amigos do município “hoje, ser recebido por centenas de pessoas aqui em Açailândia sob a liderança de amigos, vereador Márcio Aníbal, vereador Marquinhos, Pedro Araújo, Neto e tantos amigos aqui do município que abraçam a nossa causa, a gente tem a oportunidade de semear, mostrar o que a gente fez neste nosso mandato e projetar novas perspectivas reforçando nosso compromisso com o município através dos nossos companheiros que nos trazem demandas coletivas com novas responsabilidades. Estou confiante da gente continuar fazendo um grande trabalho pelo Maranhão e em especial por nossa Região”, declara.

Uma das principais organizadoras desse evento, a professor Arleilde Vieira também declara seu apoio ao deputado Marco Aurélio “é uma felicidade muito grande estar nesse evento, porque acreditamos no seu projeto, de tudo que ele já tem feito, lutado ao lado do nosso governador Flávio Dino em busca de melhorias para a nossa região. Ele que é professor, militante como a gente, tem todo um trabalho voltado principalmente para a educação e Açailândia só tem a ganhar com este apoio à pré-candidatura do deputado Marco Aurélio” afirma.

A reunião com amigos e lideranças aconteceu na Maçonaria da cidade. A satisfação de Marco Aurélio era imensa, haja vista o reforço do seu grupo político. Marco fez questão de destacar o trabalho realizado pelo governo Flávio Dino por Açailândia, pela Região Tocantina e por todo o Maranhão.

Vereador Pavão Filho lança sua pré-candidatura a deputado federal

O vereador Pavão Filho (PDT) fará o lançamento de sua pré-candidatura a deputado federal neste sábado, (14). Ele pertence ao principal partido da base da aliança que apoiará a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB) e deve ser um dos principais nomes a disputar votos na Ilha de São Luís, cidade onde desenvolve importante trabalho voltado para a educação.

Parlamentar experiente, com vários mandados de deputado estadual e vereador da capital, Pavão realiza o ato, na sede da Fundação Maranhense de Assistência Comunitária (FUMAC), no Monte Castelo, instituição a qual o parlamentar dedica total atenção e que acabou lhe valendo o rótulo de vereador da educação.

Com o slogan “Pavão Filho o Deputado Federal da Educação”, o vereador tem uma plataforma de propostas para conseguir seu objetivo pelos relevantes serviços prestados à população do Maranhão quando deputado estadual e, particularmente, de São Luís onde exerce atualmente mandato de vereador e tem se mostrado um grande aliado do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT).

PF realiza Operação de combate a crimes previdenciários em São Luís e Ribamar

A Força-Tarefa Previdenciária, integrada pela Secretaria de Previdência, Polícia Federal e Ministério Público Federal, com a finalidade de reprimir crimes previdenciários, deflagrou na manhã desta sexta-feira (13), nas cidades de São Luís/MA, São José de Ribamar/MA, Fortaleza/CE e Caucaia/CE, a Operação HEFESTO.

As investigações, iniciadas no ano de 2013, a partir de levantamentos realizados pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária (COINP) da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda, levaram à identificação de um esquema criminoso responsável pela inserção extemporânea de vínculos trabalhistas fictícios no Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Essas informações eram transmitidas via sistema “SEFIP/Conectividade Social” – Guia de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (GFIP), servindo de base para a concessão de benefícios de auxílio-doença e de aposentadoria por invalidez, cujas patologias apresentadas são aquelas relativas a transtornos mentais e comportamentais.

O esquema criminoso contava com a participação de um advogado, este também sócio de duas empresas utilizadas nas fraudes, de uma técnica em contabilidade, de duas assistentes sociais e de diversos outros agenciadores e intermediários.

A Polícia Federal cumpriu 17 Mandados Judiciais, sendo 02 de prisão preventiva e 15 de busca e apreensão. Dentre os Mandados Judiciais consta, ainda, a previsão de arresto de bens e de veículos em nome dos investigados, além da determinação para que o INSS suspenda/bloqueie o pagamento de 37 (trinta e sete) benefícios que ainda se encontram ativos.

A operação contou com a participação de 82 (oitenta de dois) policiais federais e de 01 (um) servidor da Inteligência Previdenciária (COINP). O prejuízo inicialmente identificado com a concessão de 127 benefícios fraudulentos aproxima-se de R$ 13,6 milhões. O valor do prejuízo evitado com a consequente suspensão dos benefícios ativos, levando-se em consideração a expectativa de vida média da população brasileira, é de aproximadamente R$ 28 milhões.

Os envolvidos foram indiciados pelos crimes de estelionato previdenciário e associação criminosa, cujas penas máximas acumuladas podem chegar a nove anos e oito meses de prisão, sendo que um dos investigados também foi indiciado pelo crime de falsificação de documento público para fins previdenciários.

O nome da Operação é uma alusão ao deus grego do trabalho, que segundo os relatos, tinha grande capacidade de criação. Trata-se de uma referência a tipologia da fraude: vínculos empregatícios fictícios.

Maranhão e outros 10 Estados entram com ação contra a União para rever repasse do FPE

Procurador Geral do Estado quer que Temer repasse valor correto do FPE para o Maranhão

A Procuradoria Geral do Estado do Maranhão ingressou na justiça contra a União, junto a outros dez estados, exigindo explicações sobre a reclassificação de receitas que integram o Fundo de Participação dos Estados (FPE). Segundo levantamento, o Governo Federal teria deixado de repassar um montante de mais de R$ 14 bilhões aos Estados dentro do FPE.

Uma auditoria interna no Estado de Minas Gerais descobriu que 92 códigos de arrecadação não foram verificados pela União no sentido de reverter o montante ao FPE. Muitos desses códigos estão relacionados com programas de parcelamentos de Imposto de Renda (IR) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Quando o contribuinte recolhe o tributo federal, no documento de arrecadação (DARF) aparece o código para identificar o adimplemento da obrigação. Parte desse recurso deve ser repassado para os demais entes federativos como determina a Constituição.

Os procuradores afirmam que o problema é que, apesar dos fortes indícios de ausência do repasse constitucional, os Estados e o Distrito Federal não possuem acesso aos dados da Receita Federal do Brasil (RFB) que os permitiriam verificar o acerto dos repasses restando a eles confiarem nos valores transferidos para suas contas. Por isso, membros do Colégio Nacional de Procuradores-Gerais dos Estados e Distrito Federal apresentaram no Supremo Tribunal Federal (STF) uma Ação Cível Originária (ACO) para pleitear acesso ao sistema informatizado de controle dos recursos que compõem o FPE e requerer a reclassificação periódicas das receitas tributárias, bem como uma ação para que sejam especificamente apontadas todas as rubricas que integram o cálculo do FPE e como o cálculo foi e vem sendo feito.

Os estados que assinaram a ACO foram o Maranhão, Minas Gerais, Acre, Piauí, Paraíba, Roraima, Bahia, Pará, Rio Grande do Norte, Amapá e Ceará.