Desrespeitando profissionais da saúde, Mirante tenta associar morte a atraso de repasses

Vinculação de morte a dinheiro é ataque grave aos profissionais de saúde de Imperatriz

Foi um verdadeiro malabarismo jornalístico a matéria veiculada pela TV Mirante sobre a morte do senhor Agostinho José Ferreira, de 64 anos, que chegou ao hospital Macrorregional de Imperatriz com fortes dores no peito e acabou falecendo.

Na trama ornada pelo sistema de comunicação do Clã Sarney o atendimento foi negligenciado caracterizando omissão de socorro. Em um crime contra a honra dos profissionais daquela unidade de saúde, a matéria tenta associar a hipotética omissão de socorro a atrasos do governo do estado do Estado ao instituto Gerir, que administra o hospital, como se os funcionários se recusassem a atender paciente por conta de atraso de repasse.

O vídeo interno do hospital mostra a correria dos funcionários para tentar reanimar Agostinho, que chegou com parada cardiorrespiratória. Foram 40 minutos de atendimento com presteza tentando salvar o paciente, que infelizmente não resistiu.

Tentar relacionar a morte de um paciente em uma situação onde os profissionais da saúde fizeram o que era possível a algum atraso de recebimento da empresa é acusação grave de falta de ética na conduta destes profissionais. Ainda que tivesse ocorrido erro na conduta do atendimento, não tem como relacionar com repasse da empresa, até porque, segundo a denúncia, alguém teria dito ao irmão do paciente que o hospital não realizava procedimento de urgência e emergência, o que seria um erro de informação (negligência) e não uma atitude premeditada de não atender um paciente porque existem atrasos (atitude dolosa).

Uma ideia sobre “Desrespeitando profissionais da saúde, Mirante tenta associar morte a atraso de repasses

  1. na gestão passada da ENGANA/ENGANA ela e o murad segundo a POLICIA FEDERAL SUMIU COM UM BILHÃO DA SAÚDE—-sumiu, sumiu……. sumiu…… Maranhenses do bem quantos doentes pobres sofreram ou morreram devido a esse SUMIÇO…… quantos CANCEROSOS POBRES –((—-que não podem hospedar no HOSPITAL SÍRIO LIBANÊS em SÃO PAULO —– os cancerosos milionários ou bilionários PODEM )))) quantos morreram a míngua devido ao SUMIÇO de UM BILHÃO DA SAÚDE NA GESTÃO PASSADA DA ENGANA/ENGANA……………….??????

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *