Entenda o acordo de Lula com Dino que garantiu palanque a Haddad no Nordeste

O PT fechou o último acordo que faltava para garantir palanques ao seu plano B, Fernando Haddad. Com a esperada impugnação da candidatura de Lula, o ex-prefeito de São Paulo precisava de apoio para se tornar conhecido no Nordeste, região onde Lula lidera todas as pesquisas. Entenda:
1. Acordo com PSB em Pernambuco
O PT aceitou retirar a candidatura de Marília Arrais ao governo, facilitando a reeleição de Paulo Câmara. Em troca, conseguiu que o PSB não fechasse questão com nenhum candidato a Presidente e abrisse palanques locais.
Com a decisão, ganhou os palanques de Pernambuco e da Paraíba, governados pelo PSB.
2. Apoios velados
Em Alagoas e Sergipe, os governadores são do PMDB, mas se colocaram em oposição ao governo Temer desde o começo, ao contrário do grupo de Roseana Sarney. E já anunciaram que devem dar espaço para Haddad em seus palanques.

3.Vice do PCdoB garante palanque no Maranhão

Com a decisão de colocar Manuela, que foi deputada junto com Flávio Dino, Lula fechou o último estado do Nordeste em que ainda não tinha palanque oficial para Haddad.
Apesar de conhecido por sua defesa de Lula desde o processo de impeachment, Dino tinha oficialmente uma candidata em seu partido. A condição do PCdoB para abrir mão era a vice de Lula. Conseguiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *