Com ameaça de renúncias, chapa de deputados do PSDB pode cair completa por não cumprir cota de gênero

Roberto tranca o cofre, candidatos ameaçam renunciar e PSDB pode ter chapa proporcional cassada por não cumprir cota de gênero

A crise pelo fundo de campanha do PSDB chegou ao nível extremo. Há alguns dias, candidatos estão reclamando muito nos bastidores que o presidente do partido e candidato a governador Roberto Rocha monopolizou os recursos e não repassa o valor combinado para os candidatos proporcionais.

Na última quarta-feira (5), um grupo de candidatos protocolou manifesto pedindo a solução do problema em caráter de urgência ou iriam renunciar às candidaturas. Os candidatos afirmam no manifesto que acreditaram “na boa-fé, em promessas das lideranças partidárias”.

“Estamos com a nossa campanha na rua da amargura, penalizados e humilhados pela injusta repartição do fundo partidário, que privilegia uns, em detrimento de outros, impedindo paridade mínima de armas”.

Os candidatos ameaçam que se não houver mudança na política de distribuição, não restará outra saída, senão a renúncia das candidaturas.

Mas a renúncia destes não significa somente perda de candidatos, mas pode significar a perda de todos os candidatos proporcionais do PSDB. A lei estabelece que cada partido ou coligação deverá preencher o mínimo de 30% de candidaturas de cada gênero, na prática, pelo menos 30% de mulheres.

O PSDB não coligou com outro partido para estadual. Assim, com 36 candidatos, ele possui hoje 12 mulheres. Dos 13 candidatos que assinaram o manifesto e ameaçam sair, 7 são mulheres. Assim, o partido passaria a ter 23 candidato e somente 5 mulheres. Para cumprir a cota, deveria ter pelo menos 7.

Com a provável renúncia das candidatas, o PSDB passaria a não cumprir a cota de gênero e o Ministério Público Eleitoral deverá acionar a legenda derrubando a chapa e caindo por terra todos os candidatos a deputado.

O problema que Roberto Rocha tem criado para o partido ao ficar com toda a verba de campanha é maior do que o que está visto à superfície.

Aliás, para onde está indo o dinheiro? Alguém tem visto algum material de campanha de Roberto Rocha pela rua? Por enquanto nada..

Ameaçam renunciar a candidatura:

Adalgisa Soares Alves;
Antonio da S. Rodrigues;
Bartolomeu Barbosa de Sousa;
Eliseu Antonio de Holanda Filho;
Francisco das Chagas Oliveira Santos;
Francisvaldo Mendes Cruz;
Herlani José Santos Ribeiro;
Maria de Fátima Castelo Branco Pinho;
Maria Estela Lages Sousa;
Nadjaranny Reis de Sousa Oliveira;
Jacilene dos Santos Serejo;
Tânia Cristina Santana;
Larah Dana.

1 pensou em “Com ameaça de renúncias, chapa de deputados do PSDB pode cair completa por não cumprir cota de gênero

  1. Pior q isso é vdd, os candidatos pequenos, q servem de bucha para os maiores, estão ficando de lado, fora que nas carreatas e passeatas do candidato a Governador eles ñ divulgam para os candidatos proporcionais estarem presentes, vai nas cidades de alguns deles, é o candidato fica sem prestígio na própria cidade, por causa do proprio Candidato a Governador do partido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *