Edivaldo diz que foi eleito no pior momento da crise e ainda assim está deixando legados em São Luís

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, concedeu entrevista à rádio São Luís na manhã desta quarta-feira (5) para falar sobre a programação do aniversário de São Luís que inicia amanhã (6) com o Sarau Histórico. O prefeito acabou falando muito sobre a administração e o que já fez nestes 5 anos e oito meses como prefeito.

Edivaldo afirmou que assumiu no pior momento com a crise econômica, mas ainda assim, deixou uma marca na cidade. “Eu fui escolhido para administrar a cidade no pior momento. De 2013 pra cá a crise só agravou. Não tem sido fácil para os prefeitos. No mês de julho tivemos uma queda de 37,7% de FPM comparando com o mesmo mês do ano anterior. É um desafio diário. Mas mesmo assim temos trabalhado com muita responsabilidade. Temos conseguido trazer muitos avanços para a cidade e deixando muitos legados. Nossa gestão já deixou muitos legados”.

O prefeito citou como alguns destes legados a mudança no transporte, Ecopontos, urbanização dos bairros, iluminação, obras no Centro, regularização fundiária e o fim do lixão da Ribeira.

Sore o transporte, o prefeito destacou a colocação de ônibus com ar condicionado, os ônibus articulados, a renovação de 75% da frota, redução da idade média dos ônibus de 10 para 4 anos, bilhete único, cartão criança, recarga embarcada e a licitação do transporte coletivo, que muitas cidades grandes como São Paulo não conseguiram fazer e São Luís conseguiu. “Muitas dos compromissos a oposição dizia que era promessa de campanha e não iria acontecer. A licitação aconteceu, o bilhete único aconteceu. Hoje, o usuário faz a integração em qualquer parada. E o wifi nos ônibus será implantado já neste segundo semestre. Na primeira campanha, eu fui motivo de chacota por um candidato opositor que disse que GPS não era para São Luís e eu estava fazendo proposta para Londres. Achavam que era discurso. Nós provamos que é importante. Você tem o GPS e o App Meu ônibus, baixado por 200 mil usuários. Hoje, o usuário sabe qual o horário exato que o ônibus vai passar e se programar”.

A política de reformas de espaços públicos como grandes praças nos bairros e a maior obra de recuperação do Centro Histórico em parceria com o IPHAN também foram destaque.

“Quando se fala em infraestrutura, é importante lembrar que em São Luís o primeiro semestre é praticamente todo de chuvas. No período em que as pessoas reclamam muito que chove, abre buracos, e não temos como fazer asfaltamento com chuva. A prefeitura tem que diminuir o ritmo. Com a passagem da chuva, podemos intensificar o trabalho. E é o que temos feito com o programa Asfalto na Rua. Já urbanizamos e pavimentamos muitos bairros. Hoje estamos na Vila Brasil, na Cidade Operária, na Estiva, no Rio Anil e em outros pontos. Vamos fazendo dentro de um planejamento e inclusive buscando recursos fora para fazer”. O prefeito relembrou lugares que tiveram maior recuperação como Residencial Paraíso, Pontal da Ilha, onde não havia nenhum vestígio de serviço público.

Edivaldo afirmou que segue ouvindo as pessoas. “Desde vereador eu ando pela cidade, converso com as pessoas, procuro dar solução aos problemas. A cidade tem um prefeito que é apaixonado pelo que faz”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *