Osmar Filho diz que estabelecerá diálogo com servidores sobre o concurso público da Câmara

Presidente da Câmara a partir do ano que vem, Osmar Filho diz que sabe que encontrará situação difícil

O vice-presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), que a partir do ano que vem assume o comando da Casa para o biênio 2019-2020 participou, na última sexta-feira (14), de uma palestra com servidores da Casa, onde ouviu as explanações do juiz Douglas Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, em relação à obrigação da realização do concurso público ainda este ano pelo Legislativo Ludovicense.

Em discurso no plenário Simão Estácio da Silveira, Osmar anunciou que vai apostar no diálogo para buscar mecanismos que possa amenizar a situação de alguns dos funcionários que serão afetados com a realização do certame.

“Eu sei exatamente o que nós vamos enfrentar: uma situação muito difícil, difícil mesmo, mas precisamos enfrentar essa situação. E vamos fazer da melhor forma possível. Sou otimista e acredito na força do diálogo”, destacou.

O parlamentar elogiou o presidente da Casa, Astro de Ogum e também a diretoria do Sindicato dos Servidores Públicos dos Poderes Legislativo do Estado do Maranhão – Sindileg pela realização do evento, o qual serviu para tirar dúvidas dos servidores.

De acordo com o próximo presidente da Câmara, a partir do ano que vem, o  parlamento municipal vai trabalhar para consolidar o que já foi feito em termo de mudanças para a Casa, trabalhar em prol de seus servidores, manter um canal mais estreito com o Executivo Municipal, sobretudo o diálogo com o prefeito Edivaldo Júnior. “Essas são as razões e a consciência de nossa responsabilidade”, enfatizou o vereador.

4 ideias sobre “Osmar Filho diz que estabelecerá diálogo com servidores sobre o concurso público da Câmara

  1. Seria ótimo que nós servidores, fizéssemos uma reflexão referente a esses políticos do RN, todos (as) são sabedores que o governador já fez de tudo para que fosse colocado em dia a folha de pagamento, não sou simpática ao governador, mas venho percebendo que para Garibaldi, Agripino, Fátima Bezerra e vários deputados, a situação dos servidores enquanto pior melhor para eles politicamente, temos que ver que a culpa não é dele ( Robson Farias) sozinho e sim de uma conjuntura política que não está pensando em nenhum momento no servidor público e sim, em se beneficiarem as custas das dificuldades dos servidores, se cada servidor parar para refletir, não votaria em nenhum desses que não estão preocupados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *