Disputa pelo comando do MDB no Maranhão será acirrada

Com o esfacelamento do Clã Sarney no Maranhão nas eleições deste ano, cresceram os olhos para ter o controle do MDB, que mesmo tendo perdido muitas cadeiras no Congresso Nacional, continua sendo uma legenda forte e com peso nacional.

Presidente do partido há muitos anos, o senador João Alberto deixará o mandato no final do ano e quer garantir o controle da legenda. Quando o grupo Sarney estava no poder, o comando de João Alberto era controlado por Sarney. Mesmo no governo Flávio Dino, com influência no governo federal, o Clã ainda tinha controle da legenda na figura de João Alberto, mas ali já começaram alguns conflitos.

Na última eleição, em 2015, o deputado Hildo Rocha teve uma dura discussão com o deputado estadual Roberto Costa e com membros da Juventude do PMDB. O deputado saiu da sede do partido expulso a gritos pelos aliados de João Alberto e Roberto Costa. Algo antes impensado no partido do Clã.

Agora, a disputa promete ser muito mais ríspida. Reeleito, Hildo Rocha já prometeu que será candidato e quer conduzir o MDB no processo eleitoral de 2020. João Alberto também já deixou claro que não entregará o partido fácil. Nos bastidores, o nome do filho Carcará é colocado como possível candidato: João Marcelo também se reelegeu deputado federal.

Ainda circula a possibilidade de Roseana Sarney ser a candidata de consenso do grupo. No início do ano, já se comentava que Roseana Sarney exigia o controle absoluto do MDB para ser candidata a governadora, tendo total controle do recurso partidário. A situação acabou sendo contornada dada a necessidade da candidatura porque existia grande expectativa de eleger Sarney Filho senador.

Relembre a confusão do último processo eleitoral do PMDB:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *