Legado de Edivaldo no setor de transporte deve ser reconhecido

É inegável a mudança de patamar do sistema de transporte coletivo de São Luís nos últimos seis anos. Quando se olha como era em 2012 e como está hoje o sistema de transporte, não há comparação.

Ontem (29), a frota do transporte urbano ganhou 10 novos veículos com ar-condicionado ampliando para 272 o número de ônibus climatizados que atendem o transporte coletivo de São Luís.

O transporte com ônibus climatizado é um marco na história da capital. Parece ser simples a grosso modo, mas é preciso lembrar que nenhum dos ex-gestores de São Luís enfrentou os vícios do sistema com uma licitação que desse regras claras e metas prestacionais para uma melhora efetiva ao usuário.

Hoje, todos podem acompanhar pelo aplicativo “Meu Ônibus” o horário que o transporte coletivo irá passar e ganhar tempo; As crianças tem seu cartão de transporte para não passar pelo constrangimento de passar por debaixo da catraca; uma frota muito mais nova.

Mais 10 ônibus com ar-condicionado para São Luís. Agora são 272

A modernização do sistema com renovação de 75% da frota, 32% com ar condicionado, recarga embarcada, biometria facial, GPS, ônibus articulado e em breve com Wifi nos ônibus só foi possível com a licitação e enfrentamento dos velhos vícios dos empresários.

Claro que está longe de ser um sistema de transporte perfeito, até porque se estabeleceu ao longo dos anos com sérios vícios da classe empresarial subsidiada pelo poder público, reclamando dos lucros e oferecendo péssimo serviço. Mas o legado da gestão Edivaldo nesta área deve ser reconhecido.

1 thought on “Legado de Edivaldo no setor de transporte deve ser reconhecido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *