Para se manter na coordenação da bancada, Hildo Rocha deixa o sarneyzismo

Em campanha pela coordenação da bancada, Hildo defende que grupo Sarney acabou na última eleição 

Se Pedro negou Jesus três vezes, Hildo Rocha já fez questão de negar o grupo Sarney 17 vezes. O deputado federal tem feito campanha intensiva junto aos colegas da bancada federal do Maranhão para permanecer na coordenação de bancada. E para conseguir o apoio dos dinistas, alega que acabou o Clã e ele está desobrigado com relação aos seus ex-líderes no Maranhão.

Hildo Rocha foi a principal voz do grupo Sarney na Câmara Federal na última legislatura e fez ferrenha oposição ao governo Flávio Dino. Agora, faz questão de deixar claro que acabou completamente o amor. Hildo diz aos colegas que fez seu papel e foi grato pelo que Roseana fez para que ele se elegesse no primeiro mandato. Mas, o segundo mandato conquistou somente com suas próprias forças e não tem mais nada com o Clã.

Hildo também tem certa mágoa por Roseana por acreditar que a ex-governadora tenha se dedicado exclusivamente para a eleição de Edilázio Júnior para a Câmara Federal. Um episódio marcante foi em meio à campanha do ano passado, quando ele chegou à casa de Roseana, e, mesmo ela candidata a governadora, estava na cozinha embalando santinhos de Edilázio.

O emedebista disputa com Gil Cutrim e Juscelino Filho a coordenação da bancada do Maranhão. Ele está no cargo interinamente, mas a eleição deve ser realizada até o final deste mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *