Flávio Dino explica estratégia na mudança de comando da PM

Muito se especulou sobre as razões políticas da mudança do comando da Polícia Militar do Maranhão. Durante a posse do novo comandante da PM, coronel Ismael Fonseca, o governador Flávio Dino explicou que na realidade o Coronel Luongo estava saindo justamente para assumir uma nova atividade maior dentro do sistema de segurança pública: uma nova diretoria que irá integrar as Polícias e o Corpo de Bombeiros.

O governador anunciou a criação da Diretoria de Operação Integradas na Segurança pública para Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros possam atuar de forma mais integrada. E justamente para comandar esta diretoria está sendo deslocado o ex-comandante da PM, Coronel Luongo. “Por isso, com a vaga no comando, colocamos o Coronel mais antigo da Polícia do Maranhão, o Coronel Ismael, que já mostrou suas qualidades e tenho certeza que vai dar continuidade a este grande objetivo que é ano a ano diminuir a criminalidade”, afirmou o governador.

O governador disse que a mudança aprimorava a atuação da segurança e espera assim, números ainda mais positivos no combate ao crime. “A avaliação dos indicadores de segurança pública é extremamente positiva e sempre buscamos novas metas. Conseguimos a redução da criminalidade violenta, ou seja, daquelas que resultam em perdas de vidas, a exemplo de homicídio. Uma redução de 64% em São Luís. E vamos continuar fazendo investimentos e aprimorando os comandos”.

O novo comante da PM, Coronel Ismael, estava empolgado e quer levar o entusiasmo para a tropa nas ações de combate ao crime. “Vamos manter a redução da taxa de mortalidade combatendo todas as formas de criminalidade. Vamos dar mais incentivo ao policial, conscientizando da missão que cada servidor público tem que ter. Nós somos policiais militares tanto fardados na função quanto fora dela”, disse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *