Delegado que ataca Portela possui graves enfermidades psíquicas, segundo laudo

O delegado Ney Anderson, que abriu uma verdadeira cruzada com uma série de acusações sem provas contra o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, possui vários problemas psíquicos em decorrência de Transtorno Depressivo Recorrente e Transtorno de Estresse Pós-Traumático (TEPT).

Laudo psiquiátrico divulgado na imprensa maranhense nos últimos dias atesta os vários problemas psicológicos – que foram responsáveis, inclusive, pelo seu afastamento da Polícia Civil – que o delegado Ney Anderson tem enfrentado nos últimos meses.

Entre os sinais apresentados por ele que constam no laudo técnico está a revivescência, que está relacionado ao TEPT, e pode se apresentar sob diversas formas: sonhos vívidos, pesadelos, pensamentos ou sentimentos incontroláveis, flashbacks. O paciente queixa-se de pensamentos, imagens, sentimentos e comportamentos recorrentes relacionados ao evento traumático.

Outros sinais apresentados por Ney Anderson estão relacionados à sentimentos de desvalia ou culpa, anedonia (inabilidade de experimentar prazer, perda de interesse pela interação social) e avolição (incapacidade de iniciar ou persistir na busca de um objetivo).

A anamnese realizada com o delegado constatou ainda que o paciente é portador de intensa ansiedade, labilidade emocional e isolacionismo, casos que, por si só, inabilitam a credibilidade psíquica para qualquer manifestação que ele venha a fazer sobre algum assunto, principalmente acusações tão graves como as proferidas ultimamente.

O quadro de Ney Anderson se agravou depois da prisão do delegado Tiago Bardal, de quem era muito próximo na Polícia Civil, após descoberta de envolvimento com o crime organizado. Bardal também abriu fogo contra Jeferson Portela, como forma de retaliação devido a sua prisão.

A atual situação de saúde de Ney Anderson, agudizada depois do envolvimento do seu colega de trabalho com organizações criminosas e consequente prisão, só reforça que suas acusações estão relacionadas ao TEPT.

A doença, nada mais é do que um distúrbio da ansiedade caracterizado por um conjunto de sinais e sintomas físicos, psíquicos e emocionais em decorrência de o portador ter sido vítima ou testemunha de atos violentos ou de situações traumáticas que, em geral, representaram ameaça à sua vida ou à vida de terceiros.

As explicações técnicas sobre as enfermidades de Ney Anderson explicam muita coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *