Flávio Dino diz que Moro deve ser afastado do ministério por ter instrumentalizado a Justiça para fins eleitorais

Após o escândalo das mensagens trocadas entre o ex-juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, a crise está instalada acerca da Operação Lava Jato pela articulação entre juiz e parte na instrução do processo contra o ex-presidente Lula. Moro não negou a veracidade das conversas, mas disse que não havia irregularidade no teor.

Ex-juiz federal, o governador do Maranhão, Flávio Dino, afirmou que Moro deve se afastar do cargo de ministro da Justiça após as revelações. “Sergio Moro deve se afastar ou ser afastado do Ministério da Justiça. Quem instrumentalizou a Justiça Federal para fins eleitorais e partidários pode tentar fazer o mesmo com a Polícia Federal, agora sob seu comando direto”, afirmou.

Flávio afirmou que os membros do MP mostraram ter militância partidária, preocupação com resultado eleitoral e simpatia e antipatia a partidos políticos. para ele, agora é hora de mostrar que a lei é para todos. “Um juiz que orienta uma das partes no curso do processo é parcial e suspeito. Seus atos são nulos. Está na lei. E como repetiam nos processos de Curitiba: ‘a lei é para todos’. Agora saberemos se ‘as instituições estão funcionando’. Elas vivem a partir de hoje seu maior teste”, sentenciou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *