Moro pede desculpas por “supostamente” chamar integrantes do MBL de tontos

Sérgio Moro pede desculpas aos “tontos” (ops!) – integrantes do MBL

Você já pediu desculpas por algo que não fez? Mas o ministro da Justiça, Sérgio Moro, pediu. Ou melhor, pelo que insiste que não sabe se fez ou não. Continua sempre impressionante a falta de memória de Moro sobre conversas relacionadas ao processo mais importante de sua carreira como juiz federal.

O MBL (Movimento Brasil Livre) divulgou neste domingo (23) áudio em que o ministro pede desculpas aos seus integrantes por mensagem trocada com integrantes da Operação Lava Jato em março de 2016, na qual os chama de tontos.

“Se de fato usei o termo, peço escusas, mas saibam que têm todo o meu respeito e sempre terão”, declarou Moro, segundo a gravação publicada no Youtube pelo deputado estadual Arthur Mamãe Falei (DEM-SP), do MBL.

Moro insiste na linha de defesa de ataque ao que chama de interceptações criminosas de suas conversas e dizer que não sabe exatamente se falou o que está sendo divulgado.

No diálogo, Moro pede que Deltan Dallagnol encontre uma forma de conter o MBL, que havia armado protesto em frente ao apartamento do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Teori Zavascki, morto no ano seguinte.

“Nao.sei se vcs tem algum contato mas alguns tontos daquele movimento brasil livre foram fazer protesto na frente do condominio.do ministro”, digitou o então magistrado no Telegram. “Isso nao ajuda evidentemente”, escreveu o então juiz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *