“Moradores” de Cajueiro querem que secretário descumpra ordem judicial

Os “moradores” da comunidade Cajueiro mostraram, mais uma vez, seus arroubos de violência na tarde de hoje. As pessoas que se diziam moradores do Cajueiro invadiram a sede da Secretaria de Direitos Humanos para pedir a paralisação das obras do Porto São Luís.

Insuflados pelo advogado Rafael Silva, eles tentaram intimidar o secretário Chico Gonçalves – o mesmo que foi agredido durante invasão ao Palácio Henrique de La Rocque –, que explicou se tratar de uma decisão judicial, portanto, o governo do Estado nada poderia fazer.

A atitude violenta de meia dúzia de que dizem brigar pelo Cajueiro só reforça a tese de politicagem sobre o tema. Exigir que um secretário de Estado descumpra uma ordem judicial é mais uma demonstração de que o verdadeiro objetivo do movimento é atacar o governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *