Começa nesta sexta-feira (23) o ‘São João de Todos’ nos bairros

Além dos arraiais da Praça Maria Aragão, Vila Palmeira, Ipem e Praça Nauro Machado, que compõem o circuito oficial do ‘São João de Todos’, uma parceria entre a Prefeitura de São Luís e o Governo do Maranhão, a festança nos terreiros montados em 12 bairros da capital – Bairro de Fátima, João Paulo, João de Deus, Cohajap, Liberdade, Largo de Santo Antônio (Centro), Cohatrac, Anil, Anjo da Guarda, Cidade Operária, Vila Embratel e Vinhais – passam a receber, a partir desta sexta-feira (23) até o dia 29, programação oficial.

Nos bairros, as atrações começam às 18h com grupos de bumba meu boi de todos os sotaques, quadrilhas, danças tradicionais e shows de artistas locais. “Hoje o poder público, tanto municipal, quanto estadual, busca fortalecer a política de fomento à cultura. Desta maneira, a parceria para o ‘São João de Todos’ também tem como base a extensão das programações para as comunidades, descentralizando os arraiais e levando nossa cultura onde a população está”, disse o secretário municipal de cultura, Marlon Botão. Nos arraias que compõem o circuito oficial do ‘São João de Todos’, a programação prossegue até o dia 2 de julho. Nestes locais as apresentações começam às 18h, com seis atrações por noite em cada arraial.

Nesta sexta-feira (23) no arraial do Bairro de Fátima, por exemplo, a programação começa com a batida dos tambores de crioula, seguido pelo Baile de Caixas, dança portuguesa Majestade de Coimbra, do Coroadinho, e ainda grupos de bois e shows. No João Paulo o público poderá apreciar o espetáculo do grupo Gdam, boi Brilho da Amizade, banda Kayambá, entre outras manifestações.

Primeiro fim de semana em clima junino foi de muita animação

A programação oficial do São João começará somente a partir do dia 14 de junho, mas, para aquecer o coração de maranhenses e turistas, as festividades juninas ganham um período todo especial antes da maior celebração da representação folclórica do Estado. São as prévias do São João de Todos, que agitaram São Luís neste primeiro final de semana do mês de junho. A festa começou na última quinta-feira (1º), na Praia Grande, com muito Bumba meu boi no canto da cultura, encontro entre as ruas Portugal e da Estrela. No dia seguinte a festa continuou por lá, mas comandada pelo batuque do Tambor de crioula. No Domingo (4) a festa foi no Espigão Costeiro, da Ponta d’Areia.

A primeira atração da noite foi o grupo Kambada do Forró, que colocou todo mundo para dançar, tocando e cantando diversos clássicos do Forró. No show, que tinha como nome “De Gozanga a João”, a banda fez referência ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga, assim como ao Maranhense do Século, o grande cantor, compositor e um dos pilares da nossa cultura popular, mestre João do Vale, perpassando por vários forrós consagrados por outros grandes nomes da música popular do Brasil.

Em seguida, quem assumiu a festa foi o grupo Boi Novilho Branco que, respeitosamente, apresentou a sua versão de “Urrou o Boi”, de autoria do cantador Bartolomeu dos Santos, mais conhecido como Coxinho, a canção foi oficializada, através da Lei nº 5.299, datada de 12 de dezembro de 1991, como Hino Cultural e Folclórico do Maranhão, mantendo como obrigatória a sua execução antes de qualquer evento cultural e artístico realizado no estado.

Os Novilheiros homenagearam a diversos outros compositores e intérpretes da linda cultura do nosso Maranhão. O show emocionou maranhenses e turistas, que, faziam multidão para acompanhar a beleza da dança e do canto das nossas toadas.

A nutricionista de Porto Alegre, Bruna Pontin, de 36 anos, diz que este é o segundo dia em São Luís, ela garante também que está adorando visitar a capital maranhense, sendo esta a sua primeira estada no São João nordestino. “O mundo inteiro tem que vir para São Luís, é uma cidade que me recebeu muito bem, a cultura é linda e eu estou adorando o São João daqui. Este é o meu segundo dia no Maranhão e eu estou curtindo muito”, afirma a turista.

Turistas de toda parte do Brasil aproveitam as prévias de São João para celebrar esta festa magnifica e, também, para conhecer mais um pouco da história do folclore maranhense. O exemplo foi o grupo de turistas de Fortaleza, Ceará, que está no seu primeiro dia e aproveitaram para fazer várias selfies e fotos, no mais novo cartão postal ludovicense, o Espigão da Ponta d’Areia.

Quem também prestigiou a festa acompanhado pela família foi o governador Flávio Dino, que recebeu o carinho da população no local. O governador, inclusive, aceitou o convite do cantador do grupo e subiu ao palco para bater matraca com os artistas. Ele também comentou sobre as comemorações que antecedem o São João de Todos 2017. “A beleza dessa festa me deixa muito orgulhoso, é um prazer dividir esse sentimento de sentir o coração pulsando ao ouvir as matracas, pandeirões, ver todo o encanto do Bumba Meu Boi, do Tambor de Crioula, assim, em destaque, bem como todas as danças da cultura maranhense” finaliza o governador Flávio Dino.

As apresentações da prévia junina volta na quinta-feira (08), no Canto da Cultura, no Centro Histórico de São Luís, a partir das 18h.

Filme “Deserto” abre o 40º Festival Guarnicê de Cinema nesta sexta

O longa-metragem “Deserto”, do ator e diretor Guilherme Webber, será o filme de abertura do 40º Festival Guarnicê de Cinema (www.cultura.ufma.br/40guarnice). Livremente inspirado na obra “Santa Maria do Circo”, de David Toscana, o premiado filme será exibido nesta sexta-feira, 2, às 19h, no Teatro Alcione Nazareth do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho (CCOC,f), Centro de São Luís (MA). O drama tem duração de 100 minutos.

Aberto ao público, o Festival Guarnicê de Cinema acontecerá de 2 a 10 de junho, no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho e Cine Teatro da Cidade (Roxy), no Centro histórico de São Luís do Maranhão.O Guarnicê tem patrocínio do Mateus e Governo do Maranhão, por meio da Lei Estadual de Incentivo a Cultura e Banco do Nordeste. A promoção é da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), por meio do Departamento de Assuntos Culturais (Dac/Proexce), com apoio da Fundação Sousândrade, Universidade FM, TV Ufma e Gráfica Universitária e Academia Internacional de Cinema (AIC), Prefeitura de São Luís, Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão e Rock Filmes.

O filme, que tem no elenco os atores Lima Duarte, Everaldo Pontes, Cida Moreira, Márcio Rosário, Fernando Teixeira, Claudinho Castro, Magali Biff e Pietra Pan, conta a história de um pequeno grupo de artistas que viaja pelo sertão brasileiro apresentando um espetáculo. Ao chegar num pequeno vilarejo, descobrem uma cidade abandonada, casas, igreja e uma fonte que jorra água limpa, tal qual milagre de um deserto bíblico.

Cansados e combalidos da vida errante, os artistas decidem se instalar no vilarejo e fundar uma nova comunidade, dando a si mesmos papéis diferentes daqueles que exerceram por toda a vida. A nova configuração vai revelar aos artistas os piores vícios da vida civil. A produção do filme é de Vania Catani. O roteiro é assinado por Ana Paula Maia e Guilherme Weber. A produção executiva é de Lili Nogueira e montagem de Ricardo Pretti.

Programação

Serão dias intenso de vasta programação que prevê a realização de oficinas, mostras competitivas e não competitivas, bate-papo, lançamentos, exposições entre outras atividades do segmento cinematográfico. Dos quase 400 filmes inscritos, 37 filmes foram selecionados para competirem, entre seis longas e 18 curtas nacionais e 13 produções maranhenses. Outro destaque da programação é o bate-papo, no Cine Praia Grande, com o ator Lima Duarte e Vania Catania sobre o filme Deserto. Uma novidade na edição deste ano é a sessão Maldita, que acontecerá em uma única exibição, a partir das 22h no Cine Praia Grande.

A coordenadora geral do festival e diretora do Departamento de Assuntos Culturais da UFMA (DAC),  Fernanda Santos Pinheiro, ressaltou a longevidade do Guarnicê, que hoje é o quarto mais antigo do país. “É um momento histórico, de resgate da história do festival, de resgatar toda essa história e valorizar todos aqueles que foram responsáveis por fazer com que o festival tivesse vida longa. Um momento de comemorar essa resistência do festival”, comentou.

As atividades do festival acontecerão no Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, no Cine Teatro da Cidade (Roxy) e na sede provisória do Departamento de Assuntos Culturais/Proexce da UFMA, na rua Humberto de Campos, 174, Centro.

Lúcio Cordas prepara grande show para celebrar 15 anos de carreira

Blog da Sílvia Tereza – O cantor, músico, multi-instrumentista e professor,  Lúcio Cordas, prepara o show dos seus 15 anos de carreira que está programado para o dia 11 de novembro deste ano. Enquanto o grande momento não chega, ele também começa a agendar uma temporada de diversas apresentações para o período junino.

Caminhando para os seus 15 anos de carreira musical, Lúcio Cordas aposta agora em trabalho solo com sua própria banda MP4, formada por quatro músicos, com quem ele toca um repertório eclético, incluindo MPB, Sertanejo, Axé, Xote, Jovem Guarda, etc, uma mistura de ritmos, passando por todas as suas escolas e experiências vividas ate hoje .

Atualmente, Lúcio Cordas se apresenta às sextas-feiras, às 22h, no Salomé Bar, na Lagoa da Jânsen, e em eventos privados nos fins de semana. Recentemente, fez a abertura de grandes shows na capital maranhense, como os dos renomados cantores Geraldo Azevedo, João Bosco e Jorge Vercillo.

Lúcio Cordas é natural de Pirapemas, Maranhão. Começou sua carreira musical aos 12 de idade, quando sua saudosa avó, professora Laura Xavier, matriculou-o em uma escola de música particular em sua cidade. Seu primeiro instrumento foi o violão. Rapidamente, ele se destacou e começou a tocar na Paróquia Nossa Senhora da Conceição, em sua cidade natal.

Dois anos depois, o cantor veio com sua mãe morar em São Luís, no bairro da Liberdade, para estudar. Na capital maranhense, teve contato com uma banda Black Samba, assumindo a vaga de contra-baixista e assim começou a passear por todos os instrumentos de cordas disponíveis como guitarra, cavaquinho, banjo, bandolin, etc. Daí, surgiu o nome artístico Lúcio Cordas.

Já exercendo uma vida profissional na capital, o maestro, como é chamado também, começou a estudar Piano na Escola de Música do Estado do Maranhão Lilah Lisboa, buscando, cada vez mais, profissionalizar-se nesta sua paixão pela música.

Passou por várias bandas em São Luis, como a “Mákina du Tempo”, oportunidade em que  teve uma grande escola com grandes nomes da música maranhense, entre eles o maestro Nonato e seu conjunto, Oberdan Oliveira, Fernando Rodriguez e outros. Acompanhou vários artistas do Estado e alguns nomes do cenário nacional como Alcione, Wando, The Fivers, Benito de Paula, Michael Sulivan e outros.

Seu mais recente trabalho em bandas foi na Swingart, onde foi convidado para apresentação em carnaval e acabou virando sucesso. Fez parte da produção musical do grupo e assumiu o posto de guitarrista por cinco anos.

Começa em Ribamar neste sábado o maior e mais antigo carnaval fora de época do país

O município de São José de Ribamar, distante 26km da capital maranhense está em contagem regressiva para a realização da 71ª edição do Lava Pratos que acontece neste sábado (04) e domingo (05), na orla marítima ribamarense. O evento que já se tornou tradicional, também é considerado o mais antigo do país e atrai mais de 100 mil pessoas.

Para esta edição muitas novidades estão sendo preparadas, sobretudo atrações e um grande esquema de segurança, o que para o prefeito Luis Fernando, é essencial para o bom andamento e sucesso do evento.

“Teremos dois dias de festas com diversão e, sobretudo segurança. As famílias e os foliões poderão se divertir e concluir as festas carnavalescas de forma saudável e da melhor forma possível”, garantiu o prefeito que também anunciou a inclusão de novas atrações durante o Lava Pratos.

Além das dez atrações que compõe a programação oficial, uma parceria com o Governo do Maranhão vai garantir também a apresentação de 21 agremiações de São Luís, entre escolas de samba e blocos tradicionais.

Além do reforço nas atrações culturais, a 71ª edição do Lava Pratos também vai contar com um grande esquema de segurança. De acordo com o secretário municipal de transporte coletivo, trânsito e defesa social (SEMTRANS), Coronel Araújo, mais de 700 homens, entre guardas municipais e policiais militares atuam na segurança durante o fim de semana do evento.

“Todo o contingente policial além de segurança privada, participam do esquema de segurança em toda a área do Lava Pratos. Também contaremos com apoio de policiais do 13°BPM e CPRV, nas fiscalizações com barreira fixa permanente durante a realização do evento”, detalhou o coronel destacando também a presença da Polícia Civil, Corpo de Bombeiros em terra e no mar com botes de salvamento e Defesa Civil.

Postos de atendimento da saúde, hospitais e ambulâncias do SAMU estarão de plantão além de profissionais da saúde atuarão na distribuição de preservativos e campanhas educativas de prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis.

Programação

No sábado (04), o agito tem início às 21h, com os shows do grupo N’Gandaya; banda Da 1 Rollé; e banda Energia.

No domingo (05), a programação tem início mais cedo, às 13h30, com Samba de Boa; Leiliane Frazão e Banda; Banda Regional Fenix; MC Afonso Twister; Bicho Terra, Pepê Júnior, Gargamel e Os Smurfes além de 21 agremiações entre escolas e blocos tradicionais.

A programação completa do Lava Pratos 2017, está disponível no www.sjr.ma.gov.br/carnaval.

Favela do Samba é a grande Campeã do Carnaval 2017

Com o enredo “União… São Luís… Artur Azevdo… um templo do povo… O templo do carnaval”, a Favela do Samba conquistou mais um título do carnaval de São Luís em 2017. A Escola levou o 17º título e se tornou a maior campeã da cidade.

A homenagem ao Teatro Arthur Azevedo rendeu um belo desfile na Passarela do Samba e uma pontuação final de 239,7. A Favela ficou à frente da Turma do Quinto por 5 décimos.

As escolas de samba foram avaliadas em nove quesitos: alegorias e adereços, bateria, comissão de frente, enredo, evolução e conjunto, letra do samba, fantasia, melodia, mestre sala e porta bandeira.

1º – Favela do Samba – 239,7

2º – Turma do Quinto – 239,2

3º – Flor do Samba – 239

4º – Império Serrano – 238,4

5º – Turma de Mangueira – 238,4

6º – Marambaia do Samba – 237,8

7º – Terrestre do Samba – 234,2

8º – Mocidade Independente da Ilha – 231,5

9º – Túnel do Sacavém – 231,4

10º – Unidos de Fátima – 233,7 (penalidade de cinco pontos)

11º Unidos de Ribamar – 231,9 (penalidade de 10 pontos)

Luís Fernando participa da folia de bairros em São José de Ribamar

Alegria, diversão e muita irreverência com direito a explorar fantasias, marcaram a abertura oficial do carnaval de São José de Ribamar. O prefeito ribamarense, Luis Fernando, que esteve acompanhado do vice, Eudes Sampaio, do secretário de Turismo, Esporte, Cultura e Lazer, SEMTUR, Edson Calixto, abriu oficialmente a folia momesca visitando os circuitos oficiais montados em vários pontos da cidade.

Neste domingo, (26), Luis Fernando visitou a área da Matinha. No local, ele e a comitiva, foram recebidos por uma verdadeira multidão, que esteve embalada por marchinhas que colocaram os integrantes dos blocos organizados pra dançar.

A foliã Vanessa Dias disse ser impossível não se contagiar com o carnaval, “Essa é uma festa única e a população precisa prestigiar, principalmente aqui em São José de Ribamar que já tem tradição”, chamou a atenção, a estudante que veio do município de Timbiras pra pular carnaval.

Já o prefeito, Luis Fernando, afirmou que a festa é do povo e por isso programada com respeito e responsabilidade para atender a todos os públicos.

“Apesar de recebermos um município totalmente sucateado, não vamos permitir que áreas tão importantes como a cultura de um povo sejam atingidas. Desde a antecipação da primeira parcela do pagamento dos cachês das brincadeiras até mesmo a programação cultural, de segurança, atendimento, saúde, e limpeza pública, foram pensados obedecendo às orientações da Promotoria Pública que disciplina o carnaval”, detalhou o prefeito enaltecendo o trabalho conjunto para a realização do carnaval 2017.

O prefeito Luis Fernando ainda visitou os circuitos das Vilas e Parque Vitória. No total mais de 120 agremiações (blocos organizados, escolas de samba, blocos afro, bandas, artistas locais, dentre outros), começam a se apresentar nos oito circuitos oficiais montados nas áreas da Sede e Vilas, Parque Vitória, Matinha, Mata Grande, Vila Sarney Filho, Turiúba, e Nova Terra.

Em cada um dos espaços foi montada uma força tarefa para a limpeza pública dos locais e garantir que os foliões tenham conforto na hora de cair na folia. O secretário Edson Calixto afirmou que a medida segue até o ultimo dia oficial do carnaval.

“Com o carnaval é natural que a demanda de visitantes aumente e com isso o lixo também. Portanto para garantir a ordem e limpeza, além de ações de conscientização, foi montada uma estratégia especial de limpeza para garantir a ordem nos circuitos oficiais”, reiterou.

Para garantir a segurança, o plano de ação integrada envolvendo a Polícia Militar, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros, colocou nas ruas mais de 500 homens distribuídos em todos os circuitos durante a festa momesca além de demais localidades do município.  

Nesta segunda-feira (27), Luis Fernando visitou os circuitos, Caras e Bocas no Viva Mata além do Circuito Vila Sarney Filho.

Blocos tradicionais empolgaram público da Passarela na noite de sábado

A segunda noite de programação da Passarela do Samba Chico Coimbra, no Anel Viário, atraiu centenas de famílias e foliões da cidade, no último sábado (25). Desfile e concurso de dezesseis agremiações de blocos tradicionais do grupo A marcaram a programação da noite do Carnaval de Todos, organizado pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado. O concurso da Passarela é um dos momentos mais importantes para os grupos, que mantém um processo de produção parecido com o das escolas de samba.

“A gente avalia que é preciso priorizar esse que é um grande espetáculo que envolve sentimento e regionalidade. O carnaval é explosão de alegria do povo e o prefeito Edivaldo junto com o governador Flávio Dino tornaram prioridade a realização do evento, no intuito de valorizar a cultura da nossa cidade. Nós desejamos que até terça-feira tenhamos todos um carnaval alegre, pra cima, com todas as famílias. Agradecemos também ao trabalho e empenho de todas as secretarias envolvidas”, destacou o vice-prefeito Júlio Pinheiro, que acompanhou a programação.

Este ano, a Passarela do Samba está realizando uma campanha solidária de arrecadação de alimentos que serão doados para a Associação de Parentes e Amigos dos Excepcionais (Apae). Os ingressos para a Passarela do Samba são adquiridos mediante a doação de 1kg de alimento não perecível, que é doado para a instituição. A iniciativa tem tido apoio do público. “Eu acho importante doar porque tem muita gente que precisa dessa ajuda. Todos os anos, eu venho para a Passarela porque é o lugar mais apropriado para vir com a família, sobretudo eu que tenho filhos pequenos. É mais seguro e confortável”, disse Dolores de Jesus, 32 anos, do Bairro de Fátima.

Além dela, outras famílias e grupos de amigos marcaram presença com muita alegria e paixão pelos blocos tradicionais. Com abadás padronizados, mulheres vestidas de “Penélopes Charmosas” agitavam a arquibancada com uma grande faixa de torcida pelo bloco Os Vampiros. “A cultura do bloco tradicional é uma tradição e uma paixão pra gente. Antigamente, nós éramos estimuladas pela rivalidade da disputa e isso foi mudando com o tempo. Nós amamos todos os blocos e nossa torcida tem muito amor e respeito pela diversidade dos grupos. Cada uma de nós tem algum amor ou familiar que desfila em diferentes blocos”, falou a foliã Rosângela de Azevedo.

Secretário de Cultura de Pinheiro pede demissão em pleno carnaval

Uma crise grave em meio ao principal evento turístico de Pinheiro: o carnaval. O secretário de Cultura do município, Algenir Ferreira, pediu demissão do cargo, e colocou uma bomba no colo do prefeito Luciano Genésio.

Algenir afirmou ao blog do Vandoval Rodrigues que já está decidido para deixar o cargo e só está cumprindo protocolo. Um dos carnavais mais tradicionais do interior do estado, esta edição tem sido muito criticada.

O carnaval de Pinheiro que se tornou o mais criticado de todos os tempos depois que o prefeito de Pinheiro, decidiu ocupar parte do corredor da folia com camarotes, ter oficializado a cerveja Devassa com a única a ser consumida no principal circuito, cercado a Praça José Sarney e cobrado valores exorbitantes aos ambulantes.

Dia de abertura da programação oficial da Passarela do Samba

Começa nesta sexta-feira (24), a programação da Passarela do Samba. Será uma grande festa e a expectativa é que 250 mil foliões prestigiem os cinco dias de desfiles e apresentações no sambódromo que compõe a programação do ‘Carnaval de Todos’, uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís. O encerramento promete muita alegria com o Baile Popular animado pelo Blocão do Bicho e outras atrações locais.

A abertura será feita a entrega da chave da cidade à Corte Momesca. O ‘Carnaval de Todos’, este ano vem com uma vertente solidária. O folião que for prestigiar os desfiles na Passarela do Samba deve levar um quilo de alimento não perecível que deverá ser torcado pelo ingresso na bilheteria, que estará aberta a partir das 15h. O fruto da arrecadação será doado para Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

“Esta é uma parceria que firmamos com a Apae para doação de alimentos, toda a arrecadação será destinada para esta entidade. Além disso, a Corte de Momo está com uma agenda social para visitar diversas instituições, ONGs, hospitais, escolas, bibliotecas e associações. Queremos percorrer o maior número de espaços de folia da cidade e levar cultura a cada ponto de São Luís”, ressaltou o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

Na noite de sexta-feira (24), passarão pela avenida os blocos tradicionais do grupo B. Boêmio do Ritmo, Apae, Gaviões do Ritmo, Renovação do Ritmo, Alegria do Ritmo, Kambalacho do Ritmo, Os Diplomáticos, Fênix, Os Baratas, Os Inacreditáveis, Príncipe da Meia Noite, Os Vingadores, Os Tradicionais do Ritmo, Os Curingas, Os Guerreiros do Ritmo, Dragões da Liberdade e Companhia do Ritmo se apresentam na primeira noite da programação.

Mais de 85 atrações entre blocos tradicionais, turmas de samba, blocos organizados, escolas de samba, alegorias de rua, tribos de índio e blocos afros desfilarão este ano, além do show de encerramento. Todos os dias, a programação inicia às 18h com apresentação de grupos de tambor de crioula no entorno da passarela. A apuração do Concurso acontece no Cine Teatro da Cidade, dia 1º de março, quarta-feira de Cinzas, a partir das 15h.

O evento é promovido pela Prefeitura de São Luís e Governo do Estado em parceria com a Liga das Escolas de Samba do Maranhão (LIESMA), Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos (AMBC) e Academia de Blocos Tradicionais do Maranhão (ABTEMA).

A Passarela conta com 200 metros de pista, 22 camarotes (20 pessoas cada), espaço institucional com capacidade para 140 pessoas, 27 cabines de jurados, 500 lugares no espaço de acessibilidade, capacidade para 3 mil foliões nas arquibancadas, 100 banheiros ecológicos e cinco barracas de comercialização de produtos. Este ano, uma novidade é o Espaço Folia, que fica próximo à pista e tem capacidade para 1.200 pessoas por dia.

As arquibancadas passaram por adequações na estrutura, contando com duas saídas de emergência, com orientação do corpo bombeiros. A infraestrutura conta também com Segurança privada, Guarda Municipal, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Limpeza, Trânsito e Transporte, Serviços de Saúde (prevenção, atendimento e urgência).

Serão comercializados 18 camarotes, cada um com capacidade para 20 pessoas, para os interessados em acompanhar os desfiles e concurso em espaço reservado. Cada camarote está sendo comercializado na Galeria Trapiche das 8h às 12h.

CARNAVAL DA PASSARELA DO SAMBA 2017 – PROGRAMAÇÃO
DIA 24/02– SEXTA-FEIRA
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo B
Boêmio do Ritmo
APAE
Gaviões do Ritmo
Renovação do Ritmo
Alegria do Ritmo
Kambalacho do Ritmo
Os Diplomáticos
Fênix
Os Baratas
Os Inacreditáveis
Príncipe da Meia Noite
Os Vingadores
Os Tradicionais do Ritmo
Os Curingas
Os Guerreiros do Ritmo
Dragões da Liberdade
Companhia do Ritmo
DIA 25/02– SÁBADO
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile dos Blocos Tradicionais do Grupo A
Vinagreira Show
Os Vigaristas
Os Guardiões
Os Trapalhões
Os Brasinhas
Os Vampiros
Reis da Liberdade
Príncipe de Roma
Os Foliões
Originais do Ritmo
Os Gladiadores
Os Especialistas do Ritmo
Os Feras
Os Tropicais do Ritmo
Os Tremendões
Os Apaixonados

DIA 26/02 – DOMINGO
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile das Turmas de Samba
Ritmistas de São José de Ribamar
Ritmistas da Madre Deus
Vinagreira do Samba
Fuzileiros da Fuzarca
Desfile dos Blocos Organizados
Unidos do Porto Grande
Os Cobras das Estrelas
Beatos do Samba
Os Liberais
Mocidade de Fátima
Desfile das Escolas de Samba
Unidos de Ribamar
Unidos de Fátima
Terrestre do Samba
Império Serrano
Turma de Mangueira
Favela do Samba

DIA 27/02 – SEGUNDA-FEIRA
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile de Alegorias de Rua (Tijupá, Casinha da Roça, Tapera e o Corso das Virgens)
Desfile dos Blocos Organizados
Os Gorjeadores
Pau Brasil
Kanto Kente
Turma do Saco
Vila Izabel
Dragões da Madre Deus
Desfile das Escolas de Samba
Mocidade Independente da Ilha
Túnel do Sacavém
Flor do Samba
Marambaia
Turma do Quinto

DIA 28/02– TERÇA-FEIRA
A partir das 18 horas: apresentação de grupos de tambor de crioula, no entorno da passarela;
Desfile das Tribos de Índios
Upaon Açu
Tupinambás do Anjo da Guarda
Guajajaras
Curumim
Carajás
Sioux
Kamayura
Tupinambás do Iguaiba
Itapoan
Tupiniquins
Tapiaca-Uhu
Guarani
Desfile dos Blocos Afros
Gdam
Didara
Neto de Nanã
Akomabu
Juremê
Aruanda
Abiê-Mayo
Omnirá
Abibimã
Officina Affro

ENCERRAMENTO – Baile Popular, animado pelo Blocão do Bicho e shows locais.