Duarte Jr. considera explicações de Flávio Dino insuficientes e pede mais esclarecimentos à Caema

Mesmo com toda explicação de Flávio Dino, Duarte quer mais explicação.

O presidente do PROCON não se deu por satisfeito com as explicações dadas pelo governador Flávio Dino, que acompanhou o problema do Italuís desde o início, e pelo presidente da Caema, Carlos Rogério, que explicou as razões do problema da adutora em coletiva na manhã desta segunda-feira (11).

O PROCON notificou a Caema para prestar esclarecimentos, em 48h sobre a interrupção no abastecimento de água em São Luís. “O acesso aos serviços públicos essenciais, como luz e água, devem ser prestados de forma adequada, eficaz e contínua, conforme assegura o CDC. Por isso, precisamos atuar para que sejam oferecidos em sua totalidade, sem prejuízos aos consumidores”, afirmou Duarte Júnior.

Claro que houve um erro e a empresa inclusive admitiu o erro na confecção da peça “Y” que provocou todo o incômodo à população da capital. Como já foi amplamente explicado as razões, caso o PROCON quisesse mesmo mostrar serviço, deveria notificar apenas uma empresa: a que fez a peça que deu problema. Esta sim, deveria não só responder, mas indenizar o povo da capital pelo transtorno causado.

A Caema teve que colocar para funcionar o sistema antigo para garantir o reabastecimento de água. O bombeamento de água para São Luís foi retomado às 13h30.

Roseana silencia sobre o aliado Júnior do Nenzin, suspeito de matar o próprio pai

Roseana antes cobrou solução para a morte do aliado. Depois de descoberto que o assassino era seu candidato a prefeito em Barra do Corda, silenciou.

A ex-governadora Roseana Sarney esteve na cidade de Barra do Corda, na última semana, para o enterro do histórico aliado político e ex-prefeito Nenzin. Na ocasião, ele pediu justiça e soltou os seus jagunços digitais para atacar o atual governo, insinuando que o crime teria relação com pistolagem no Maranhão.

Passadas menos de 24 horas do ocorrido, a principal suspeita recai sobre o próprio filho do ex-prefeito, Júnior do Nenzin, que foi candidato à Prefeitura de Barra do Corda com as bênçãos da própria Roseana. “É preciso esclarecer o crime e punir os culpados. Quem quer que seja tem que ser punido. Não se pode tirar a vida de uma pessoa que só fez o bem assim tão brutalmente”, disse ela na ocasião.

Depois de descoberto que o principal e praticamente único suspeito é o seu aliado, Júnior do Nenzin, Roseana simplesmente silenciou sobre o assunto.

Não pegará nada bem em Barra do Corda as palavras elogiosas da ex-governadora a uma pessoa que matou o próprio pai. Por isso agora ela se esconde e não comenta nada a respeito.

Abastecimento de água em São Luís volta hoje gradualmente

O domingo foi de muito trabalho para as equipes da Caema e das empresas terceirizadas contratadas para a substituição da adutora do sistema Italuís. O sistema já deveria ter sido colocado em funcionamento ainda no sábado (9), mas em virtude do rompimento de uma peça, as equipes tiveram que passar o domingo trabalhando para solucionar o problema. Mas ainda devendo substituir a peça, o sistema de bombeamento será reiniciado ainda pela adutora antiga e a água deve chegar nas casas ao longo desta segunda-feira (11).

O governador Flávio Dino acompanhou de perto o serviço desde a manhã até a noite deste domingo (10). O próprio governador explicou o problema à população por meio de vídeo. “Houve uma estranha ruptura numa peça em formato de Y. Isso formou uma espécie de ‘bucho’ na peça, como se tivesse havido a retenção do fluxo de água por alguma razão. Eu determinei que a Polícia Civil venha e faça uma perícia para examinar o que aconteceu tecnicamente”, afirmou.

A empresa que confeccionou a peça admitiu o erro. Ela inchou e rompeu. Inicialmente, imaginava-se que alguém poderia ter danificado de alguma forma o sistema. A Polícia Civil foi acionada até para investigar o caso.

O presidente da Caema, Carlos Rogério, concederá entrevista coletiva ainda nesta manhã para falar sobre ocaso.

Flávio Dino critica oportunismo do Clã Sarney no caso Nenzin

O governador Flávio Dino (PCdoB) deu respostas duras ao grupo Sarney sobre o caso da morte do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin. E foi mais duro ainda contra Roseana Sarney.

Flávio chamou Roseana de ex-líder. “Sobre homicídio em Barra do Corda, lamento o triste oportunismo que fez uma ex-líder deste Estado e seus asseclas tentarem
transformar uma tragédia em ataque a meu governo. Um líder político sério deve deixar a Polícia trabalhar e aguardar com prudência”, disse Dino nas redes sociais.

Membros do Clã Sarney na Assembleia Legislativa tentaram colocar a culpa da morte do ex-prefeito no governador tentando criar um clima de “volta da pistolagem ao Maranhão”. Tiveram que ficar calados diante da rápida resolução do caso.

Carlos Brandão irá deixar o PSDB

O Imparcial – O vice-governador e presidente estadual do PSDB, Carlos Brandão, jogou a toalha. Anunciou que não lutará mais pela direção do partido no Maranhão. E em alguns dias anunciará sua liação em uma nova legenda.

Com isso, o caminho está livre para o senador Roberto Rocha, que provavelmente
assumirá a direção do ninho tucano estadual e terá como braço direito o ex-prefeito de
Imperatriz, Sebastião Madeira. Ambos lutaram (e conseguiram)tomar a direção do
partido, mesmo que ainda não oficialmente, por meio de polêmica intervenção da cúpula nacional.

Hoje é o dia da convenção nacional dos tucanos, em Brasília. Dia em que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, se consolidará como presidenciável e terá total  comando sobre o novo mandatário da legenda. No Maranhão, Rocha e Madeira são os aliados de primeira hora e tomarão, oficialmente, as rédeas do partido. O objetivo é ter Rocha candidato ao governo contra Flávio Dino e, quem sabe, com Sebastião Madeira candidato ao Senado.

Brandão explicou em sua conta no Facebook a decisão de não seguir com os tucanos.
“Decidi por não continuar seguindo no Maranhão os caminhos que escolhemos seguir.
Resolvo reavaliar minha permanência como filiado ao partido”, disse.“Entendo que o
PSDB nacional não queira proximidade com nenhum partido de esquerda. Respeito essa avaliação, muito embora considere que a situação no Maranhão seja diferente”, avaliou.

O gesto mostra que Brandão, neste momento, optou por engrossar as fileiras políticas que apoiam o projeto do governador Flávio Dino. Se comporta como um bom soldado e um aliado confiável.“Chegamos a conclusão que o que mais importa não é continuar a batalha desgastante pela direção do partido. É ter clareza para tomar uma decisão serena, conciliadora e com visão de futuro, para o bem do Maranhão”.

Eliziane confirma que votará contra a Reforma da Previdência

A deputada federal Eliziane Gama mantém a posição de votar contra a reforma Previdência, mesmo tendo o diretório nacional do PPS neste sábado, 9, fechado questão pela aprovação da proposta ainda este ano.

“Mesmo que o partido tenha fechado questão, vou votar contra a favor da reforma da Previdência por entender que esta proposta pesa a mão sobre os menos favorecidos”, assegurou a parlamentar.

No início desta semana, a pré-candidata ao Senado manifestou apoio à proposta das direções das principais centrais sindicais de arquivar o projeto para que haja ampla discussão sobre o tema.

Durante a semana na Câmara, Eliziane manteve conversações com líderes parlamentares sobre as condições da votação ocorrer ainda este ano. Pelos cálculos da parlamentar maranhense, o exíguo tempo que dispõe para colocar a reforma da Previdência em votação não favorece o governo e os partidos da base. Eliziane Gama foi uma das parlamentares que votou contra a reforma trabalhista.

Instalação da nova adutora segue ritmo normal e obra será concluída no prazo

O segundo dia de trabalho para interligar a nova adutora do Sistema Italuís, nesta quinta-feira (7), manteve os resultados positivos verificados desde o início das atividades. “A obra está avançando, nós vamos concluir o cronograma que foi estabelecido, de 72 horas”, diz o presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Carlos Rogério.

A nova adutora tem 19 quilômetros de extensão e vai colocar a capital numa nova era em termos de abastecimento de água. A estrutura antiga se tornou precária por causa da falta de investimentos nas últimas décadas. Isso vinha causando vazamentos e cortes frequentes de água em São Luís.

Como a nova adutora é muito mais segura e robusta – feita em aço –, não vai mais haver essas interrupções rotineiras. “O sistema antigo tem 35 anos e agora nós estamos fazendo a nova estrutura com material mais nobre, com uma resistência muito maior”, acrescenta Carlos Rogério.

Depois de instalado, o novo sistema vai captar 500 litros a mais por segundo. Isso significa 30% a mais de água para 600 mil moradores em 159 bairros.

Para fazer a interligação da nova adutora, foi necessário paralisar o abastecimento nesses bairros desde as 6h de quarta-feira (6) até as 6h deste sábado (9).

Reta final

    Obras para instalar a nova adutora do Italuís. (Foto: Divulgação)

Obras para instalar a nova adutora do Italuís. (Foto: Divulgação)

Nesta quinta-feira, as equipes que se revezam de modo a manter os trabalhos 24 horas por dia fizeram a chamada montagem mecânica, que é a concretagem para dar estabilidade ao novo sistema.

Nesta sexta-feira, após as 12h, deve ter início a fase conhecida como manobra, para começar o retorno do abastecimento.

A partir da conclusão dos trabalhos, no sábado, será retomado o abastecimento. Como sempre ocorre nessas ocasiões, a água chegará às residências de forma gradativa. “Á água tem toda uma trajetória. É preciso pressurizar as redes para a água chegar aos reservatórios”, explica o presidente da Caema, acrescentando que o abastecimento deve estar regularizado em toda a região atendida entre domingo e segunda-feira.

Júnior de Nenzin é preso; confira o vídeo

Acusado pela morte do próprio pai, o empresário Manoel Mariano de Souza Júnior, o Júnior de Nenzin, que estava foragido, foi capturado na madrugada desta sexta-feira (8). O caso do assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin, foi solucionado rapidamente e o autor já preso.

A linha de investigação da Polícia começou a apontar para Júnior desde seu depoimento contraditório. Ele saiu com o pai em uma caminhonete quando Nenzin foi assassinado por tiros na nuca e no pescoço. Júnior de Nenzin havia dito não ter visto quem atirou, não viu o veículo, não ouviu o barulho dos tiros. E estranhamente, ele teria ido primeiro buscar ajuda de um advogado e depois prestado socorro ao pai.

A Polícia constatou as inconsistências do depoimento, porque o tiro foi a queima-roupa, ou seja, de muito perto. Além disto, ficou constato que houve um grande intervalo entre o assassinato e a permanência do corpo dentro do carro.

A investigação levou à motivação do crime. Júnior de Nenzin estaria vendendo bens da família para pagar dívidas.No dia do crime, eles Nenzin e o filho estariam indo contar cabeças de gado em uma fazenda da família. Mas das mais de 600 cabeças, só restariam 80.

Principal suspeito pela morte do pai, Júnior de Nenzin está foragido

Júnior de Nenzin teria matado o próprio pai

A morte do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzin, teve uma grande reviravolta na noite desta quinta-feira (7). O filho de Nenzin, Júnior de Nenzin, é o principal suspeito pela morte do próprio pai e teve a prisão decretada. Ele agora está foragido.

O secretário estadual de Segurança, Jefferson Portela, confirmou a informação. Ele disse que não foi confirmada a história inicial de que Nenzin teria descido da caminhonete onde estava com o filho para urinar. “Não houve confirmação de nada disso. O pai saiu com o filho em um carro. A parada para necessidade fisiológica não se confirma. Ele não desceu do veículo e recebeu o disparo dentro do veículo e veio a óbito”, declarou.

Outras foram detidas duas pessoas que ajudaram a lavar o carro onde o ex-prefeito estava quando foi assassinado a mando de Júnior. Eles foram identificados como Luzivan e David.

A motivação seria o fato de Júnior ter contraído muitas dívidas quando foi candidato a prefeito e estar sendo pressionado a pagar. Então estaria vendendo bens da família. Pai e filho estavam indo conferir o gado quando no caminho houve o crime. Gado este que teria sido desfalcado por Júnior de Nenzin.

Solidariedade realizada ato de filiação nesta quinta-feira (7)

Secretário de Indústria e Comércio, de Simplício Araújo, presidente do Solidariedade

O Solidariedade (SD) realizada nesta quinta-feira (7), ato de filiação de novos membros da sigla. O evento será realizado no Grand São Luís Hotel, com a presença do presidente estadual do partido, Simplício Araújo, vereadores, prefeitos e dirigentes do SD de várias regiões do Estado, às 19h.

Com pouco tempo no Maranhão, a sigla vem crescendo e ganhando novos adptos, de um partido que acredita na força da política séria, justa e transparente, em prol do bem comum.
Da base aliada do Governo Flávio Dino,  O SD bem ganhando força e espaço, é se prepara para a disputa da eleição de 2018, tema que será discutido durante o evento.