Administrador do mercado da Cohab, filiado ao PDT, é assassinado a tiros

O administrador do Mercado Municipal da Cohab, Dimas Garcia Araújo, de 39 anos, foi morto a tiros na manhã desta quinta-feira (17) na própria feira. A Polícia Militar chegou ao local logo após o crime. Segundo testemunhas, um feirante identificado como Nilson chegou em uma moto e disparou contra Dimas.

O feirante teria sido morto por desentendimento com Nilson sobre questões relacionadas ao mercado, que está sendo organizado em tendas improvisadas e começará a passar por uma reforma amanhã.

Dimas é filiado ao PDT e militante do partido. Por conta do assassinato, a sessão solene que seria realizada na Câmara Municipal de São Luís para a entrega do título de Cidadão ao senador e presidente do PDT, Weverton Rocha, foi cancelada.

Em posição estratégica para 2022, Glalbert Cutrim fica no PDT

A briga do deputado federal Gil Cutrim com a direção nacional do PDT não afeta em quase nada a relação da família Cutrim com a direção do partido no estado – leia-se senador Weverton Rocha – e com todo o grupo político que os Cutrim compõem no Maranhão.

O irmão de Gil, deputado estadual Glalbert Cutrim, afirmou em conversa com jornalistas na Assembleia Legislativa, que permanecerá na legenda. E tem motivos muito pragmáticos para tal.

Glalbert Cutrim é 1º vice-presidente da Assembleia Legislativa, com mandato já renovado para o biênio 2021-2022. Ou seja, será o primeiro na linha sucessória do comando do legislativo estadual durante a campanha eleitoral de 2022. Cargo que o próprio Othelino ocupava antes de ser presidente.

O próprio Othelino já deixou claro que busca novos desafios em 2022 e visa a candidatura ao senado. Cutrim estará em posição privilegiada para discutir uma candidatura a presidente.

O PDT é a maior bancada da Assembleia Legislativa ao lado do PCdoB e o filho de Edmar Cutrim é vice-presidente justamente pela indicação do partido. A manutenção da aliança com o PCdoB já darão uma força de largada muito grande na disputa do comando da Casa.

Bolsonaro promete benefício anual, mas MP só prevê 13º do Bolsa Família em 2019

Embora o governo federal tenha anunciado o pagamento anual do 13ª salário do programa Bolsa Família, a medida provisória que trata do benefício, publicada nesta quarta-feira (16) no “Diário Oficial da União”, assegura somente o pagamento da parcela em dezembro deste ano.

A assinatura da MP ocorreu nesta terça (15), em cerimônia no Palácio do Planalto, mas o texto só foi disponibilizado no dia seguinte. O documento contradiz o governo e afirma expressamente que o pagamento será feito apenas em 2019.

Não há nenhuma referência ao pagamento do benefício nos próximos anos, apesar do anúncio na cerimônia e de ter sido publicado, nesta terça, um comunicado sobre o Bolsa Família no site da Presidência. Nele, o governo afirmava que o pagamento seria anual.

Depois da publicação desta reportagem, o site foi atualizado pela assessoria do Palácio do Planalto às 11h08 desta quarta.

Nesta nova versão, o governo fala apenas do pagamento do 13º em dezembro deste ano (veja imagem abaixo).

Montagem com versão anterior e versão atualizada de texto publicado pelo governo sobre o Bolsa Família no site da Presidência  — Foto: Reprodução

Montagem com versão anterior e versão atualizada de texto publicado pelo governo sobre o Bolsa Família no site da Presidência — Foto: Reprodução

Nesta terça, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, afirmou que “a partir do ano que vem, a própria previsão do Orçamento já vai estar colocada essa questão do 13º, e daqui pra frente vai ter essa parcela”.

O valor previsto para o programa Bolsa Família em 2020, entretanto, é de R$ 30 bilhões, o mesmo assegurado para 2019 antes da assinatura da medida provisória.

Do G1.

José Joaquim vai para o TRE-MA; candidata de Cleones vence candidato de Edmar Cutrim para vaga de juiz

O desembargador Joaquim Figueiredo, atual presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, foi eleito, nesta quarta-feira (16), para a vaga de membro titular do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/MA), na Categoria Desembargador, para o biênio 2020-2022.

A votação aconteceu em sessão plenária administrativa do TJMA, após a comunicação oficial do atual presidente da Corte Eleitoral, desembargador Cleones Cunha, de que, no dia 16 de maio do próximo ano, ocorrerá o encerramento do seu primeiro biênio como membro titular do TRE.

A eleição, com participação de 28 desembargadores, deu a vitória ao desembargador Joaquim Figueiredo, que obteve 17 votos, contra 11 da desembargadora Ângela Salazar, que também registrou candidatura. O resultado surpreendeu.

José Joaquim estará em posição privilegiada no comando do processo eleitoral do ano que vem, seja como presidente ou corregedor eleitoral, já que os dois desembargadores da corte eleitoral ocupam os principais cargos.

VAGA DE JUIZ TITULAR 

Na mesma sessão plenária administrativa, a juíza auxiliar Lavínia Helena Macedo Coelho, da Comarca da Ilha de São Luís, foi eleita para a vaga de Membro Titular da Corte Eleitoral, na Categoria Juiz, com 14 votos. A juíza apoiada por Cleones Cunha surpreendeu a todos que esperavam a vitória do candidato do ex-presidente do TCE, conselheiro Edmar Cutrim: Gladiston Luís Nascimento Cutrim.

A eleita substituirá o juiz Júlio César Lima Praseres, que encerra seu biênio no dia 18 de dezembro de 2019.

Projeto Anticorte de Duarte Jr. não é votado por falta de quórum e fica para segunda-feira

Estava na pauta desta quarta-feira (16) a votação do projeto de lei do deputado estadual Duarte Jr. (PCdoB) que proíbe o corte de energia elétrica e água nas sextas-feiras, fins de semana e vésperas de feriado. Duarte percebeu que teria algumas traições e pediu rapidamente a contagem de quórum enquanto não haviam deputado suficientes para votação dentro do plenário e a votação ficou adiada.

O deputado agora terá mais quatro dias para tentar articular votos e conseguir aprovar seu projeto. A CCJ deu parecer contrário por unanimidade alegando que o Estado não tem competência para a matéria. O tema agora vai a plenário.

Duarte segue alegando que tem constitucionalidade por conta do julgamento pelo Supremo Tribunal Federal, no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade 5961/PR), dando legitimidade para o parlamento estadual legislar sobre essa matéria, pacificando o entendimento sobre o assunto. Duarte Jr citou o caso da Lei 14.040/03, idêntica ao PL Anticorte, válida desde 2003 no Paraná.

Osmar Filho articula flexibilização do trânsito para beneficiar comércio da Av. Castelo Branco

O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Canindé Barros, atendeu reivindicação feita pelo presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), e anunciou alterações de trânsito que irão flexibilizar os horários dos coletivos que circulam no chamado corredor urbano instalado na via.

A informação foi confirmada pelo secretário durante reunião realizada nesta terça-feira (15) com o próprio Osmar Filho e representantes do comércio na área.

Vale destacar que a flexibilização do trânsito na Avenida foi uma solicitação feita ao presidente da Câmara pelos próprios comerciantes durante encontro ocorrido no mês passado.

Atualmente, o corredor urbano por onde trafegam os ônibus, nos sentidos Rotatória do São Francisco/Centro e Centro/Rotatória do São Francisco, funciona o dia inteiro – de segunda a sexta-feira – situação que, de acordo com os comerciantes, dificulta a circulação de consumidores e, consequentemente, contribui para a diminuição das vendas.

As mudanças serão implementadas em novembro. O fluxo na faixa de ônibus, durante a semana, será permitido das 6h às 9h, no sentido Rotatória do São Francisco/Centro. No sentido inverso, o funcionamento será das 16h às 20h. Aos sábados e domingos o corredor urbano ficará aberto.

A flexibilização oferecerá mais comodidade aos consumidores, que terão mais tempo para, inclusive, estacionar na região. O comércio local será beneficiado, sobremaneira, uma vez que o fluxo de pessoas crescerá e aquecerá novamente a economia. É importante frisar que placas de sinalização informando sobre os novos horários, segundo Canindé, serão instaladas em pontos estratégicos da Castelo Branco como forma de orientar os condutores.

“Estas modificações vão ajudar bastante o comércio da Avenida. Hoje, com a proibição do estacionamento rotativo e uso exclusivo do corredor urbano, as vendas caíram 40%. Agradeço vereador Osmar, que nos ouviu e intermediou esta negociação, que resultou nesta grande vitória”, comentou Jacilene França, proprietária da Ótica Ludmila.

Osmar Filho agradeceu os apoios do prefeito Edivaldo e do secretário. “No próximo mês, o São Francisco fará aniversário de 404 anos de fundação. Esta ação, assim como outras que serão implementadas, é mais uma conquista que deve ser comemorada. Agradeço ao Canindé e ao prefeito Edivaldo por terem atendido nosso pedido”.

Homem é preso na Assembleia Legislativa tentando aplicar golpe em deputado

O mototaxista Nelson Gabriel da Silva Filho, foi detido dentro das dependências da Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira (15) ao tentar aplicar um golpe no deputado estadual Roberto Costa (MDB). O comparsa de Nelson, Adeildo Lima dos Santos, também foi preso.

Os acusados pediram dinheiro em nome de um padre que responderia pela Paróquia do Cohatrac, o que gerou desconfiança entre os assessores do parlamentar, que acionaram a segurança da Casa.

Segundo o major Jocenildo Silva de Sousa, do Gabinete Militar da Assembleia, o mototaxista Nelson Gabriel da Silva Filho, morador da Estiva, na zona rural de São Luís, estaria conduzindo a moto que ficou no estacionamento da Alema. “Segundo investigação preliminar, ele teria sido orientado pelo comparsa, Adeildo Lima, que ficou do lado de fora da Assembleia, enquanto ele tratava com os assessores do parlamentar”, esclareceu o militar.

Adeildo Lima e Nelson Gabriel foram presos por estelionato

Os dois homens foram detidos e conduzidos pela Polícia Militar para a 4ª Delegacia da Polícia Civil, no bairro do Vinhais, onde prestaram depoimento. Segundo o delegado Márcio Fábio Dominice, os dois teriam tentado aplicar o mesmo golpe em um magistrado, recentemente, no Fórum de São Luís.

De acordo com o delegado, Adeildo é que se passava pelo padre da Paróquia do Cohatrac, conforme versão contada na delegacia pelo Nelson Gabriel. “O Adeildo me chamou para fazer uma corrida. Eu busquei ele em sua residência. Quando chegou à Assembleia, ele pediu para eu pegar esse dinheiro, que é a encomenda do padre, dizendo que não poderia entrar porque não estava vestido com calça. Aí eu fui lá e ele ficou me esperando fora”, contou o mototaxista, em seu depoimento à polícia.

Adeildo Lima confessou que tinha tentado obter dinheiro em nome do padre, mas que não se passou por ele. “Dessa vez, eu errei. Eu pedi para ele pegar um dinheiro em nome do padre, mas não passei pelo padre. Disse que eu era secretário do padre”, assinalou.

“Eles serão autuados, aqui no 4º DP do Vinhais, por tentativa de estelionato. Posteriormente, vamos contatar com o delegado do 9º DP e fazer a conexão com as investigações para que eles respondam pelos dois supostos estelionatos em concurso material”, afirmou o delgado Márcio Dominice.

Brandão se reúne com prefeitos da baixada ocidental para organizar Consórcio Público da região

Brandão começa a articular os Consórcios Públicos regionais para otimizar ações das prefeituras

Sob o comando do vice-governador Carlos Brandão e do secretário-chefe de Estado da Casa Civil, Marcelo Tavares, o governo do Estado iniciou, nesta segunda-feira (14), uma série de reuniões que irá realizar com os gestores municipais das cidades que fazem parte dos Consórcios Públicos Regionais, organizados no Maranhão.

Brandão reuniu os representantes do Consórcio Conguarás, que abrange dez municípios da região da baixada ocidental e floresta dos guarás, no norte do estado.

Entre os assuntos levantados, destaque para a ponte Central/Bequimão. Uma obra que é considerada fundamental para o desenvolvimento da região. Técnicos da Secretaria Estadual da Infraestrutura (Sinfra) tiraram as dúvidas dos prefeitos e confirmaram que, pelo cronograma de execução, a ponte deverá ser entregue em março de 2021. Os engenheiros da Sinfra fizeram questão de ressaltar as dificuldades operacionais que a obra enfrenta, principalmente por conta do solo muito argiloso. No entanto, garantiram que a maior parte das peças da ponte, que são pré-moldadas, já está pronta, aguardando o término dessa etapa de fundação para serem montadas.

Para Washington Luís, prefeito de Bacuri e presidente do Conguarás, a reunião foi muito proveitosa. “Muito importante manter esse diálogo tão próximo do governo”, declarou.

O secretário-chefe Marcelo Tavares destacou a transparência com que a conversa aconteceu. “Essa iniciativa é muito importante, principalmente sendo feita com transparência e objetividade, já que existem problemas que podem ser solucionados de forma mais exitosa com uma parceria entre estados e municípios”, afirmou Marcelo.

O vice-governador Carlos Brandão explicou que o grande objetivo desses encontros é a proximidade com os gestores. “É importante que a gente esteja solidário, seja parceiro dos prefeitos e tenha a capacidade de ouvir, para que se possa, em conjunto, encontrar as soluções”, ressaltou Brandão, que confirmou a continuidade das reuniões para que o Governo possa reforçar a excelente relação institucional que mantém com os municípios.

Gil Cutrim diz que deputados foram punidos antes mesmo da ação no PDT

Gil Cutrim, Tábata Amaral e mais dois deputados ingressam no TSE para deixar o PDT

Quatro deputados federais do PDT que votaram a favor da reforma da previdência realizaram coletiva de imprensa para anunciar o pedido ao Tribunal Superior Eleitoral para deixarem a legenda por justa causa mantendo seus mandatos. Entre eles, o maranhense Gil Cutrim.

Cutrim disse que votou de acordo com o fechamento de questão na CCJ, mas quando o texto da reforma foi modificado, não houve nova discussão no PDT. “Eu era titular da CCJ e votei contra a reforma da previdência na comissão. Apresentei uma proposta retirando tudo de ruim da reforma, o BPC, aposentadoria rural e todas estas questões caíram na proposta final. O fechamento de questão do PDT era em relação ao primeiro texto enviado. Depois o texto foi totalmente alterado e não era a mesma matéria”.

Para o deputado maranhense, houve punição antecipada, sem direito de defesa quando havia ainda um procedimento aberto na instância partidária. “Fomos tirados das comissões, inibidos de usar a sigla partidária em eventos. Tivemos uma prévia punição antes mesmo de ser apreciado na comissão disciplinar do partido. Por isso, vamos pedir a saída do partido por justa causa mantendo nossos mandatos”.

Questionado sobre para qual partido iria, Cutrim disse que não pode começar o debate com outro partido sem resolver o problema interno. “Espero resolver este problema o mais rápido possível. Aí começamos a conversa com um partido que tenha um viés ideológico de acordo com o que estamos pensando”, afirmou.